Supermercados de Lavras limitam compra de arroz, mesmo com estoques normalizados

Enquanto ainda estamos acompanhando as angustiantes consequências da tragédia que assola o Rio Grande do Sul, uma das preocupações que alugaram um espacinho na cabeça de todo mundo é em relação à produção e abastecimento de arroz nos mercados. Para quem não sabe, o estado é o maior produtor nacional do grão queridinho dos pratos de todo brasileiro.

Cerca de 70% de todo o arroz consumido no Brasil sai do Rio Grande do Sul. Com as plantações inundadas pela forte enchente que atinge o estado desde o final de abril, não só a produção como o transporte para distribuição do grão pelo país foi diretamente afetado, já que as estradas se encontram completamente prejudicadas pela água.

A partir dessa dificuldade, supermercados do país inteiro começaram a limitar a quantidade de compra do quilo por consumidor. Supostamente, a intenção da medida é prevenir o estoque desigual do produto, já que a preocupação quanto ao acesso do arroz só aumenta entre a população.

Em Lavras, a prática de limitar a compra ainda persiste em alguns estabelecimentos, restringindo a compra a apenas 6 pacotes por cliente.

De acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) , a resposta é não. Em nota divulgada, a associação assegura que os estoques e as operações de abastecimento para o varejo estão normalizadas. A orientação é que as pessoas não continuem com o estoque exagerado nas casas, pois a prática pode atrapalhar o fluxo de venda e dificultar, de verdade, o acesso contínuo ao produto.

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest