Servidores exigem que verba do Legislativo seja usada para pagar cargos efetivos, não contratados

Publicado em 01/12/2015

 

 

 

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Lavras (SSPML) voltaram a ocupar o plenário da Câmara Municipal de Lavras na reunião dessa segunda-feira, dia 30.

A categoria pediu aos vereadores que o repasse de verba de R$ 700 mil feito pelo Legislativo para a Prefeitura de Lavras para quitar o décimo terceiro salário da categoria fosse destinado somente para os servidores concursados, e não para os contratados pela atual administração.

Os vereadores acataram o pedido da categoria e enviaram um requerimento aprovado por unanimidade ao prefeito Silas Costa Pereira para que atenda às reivindicações dos servidores. Os servidores suspenderam a paralisação temporariamente, a fim de que o acordo firmado com o Executivo para quitar os salários atrasados da categoria.

Esse o segundo repasse de verba feito pela Câmara Municipal de Lavras ao Executivo, que enfrenta atrasos no pagamento salarial dos servidores. No dia 10 deste mês, o Legislativo já havia aprovado um Projeto de Lei, destinando R$ 669.371,61 mil para o pagamento dos tickets alimentação dos servidores.

Veja também