Semana do nascimento da Irmã Benigna será comemorada em Lavras

14/08/2019

 

Os amigos e devotos da Irmã Benigna celebram, neste mês de agosto, os 112 anos do seu nascimento, com uma semana de comemorações especiais.

O início das festividades será em Belo Horizonte no sexta-feira, dia 16, data do aniversário natalício da Serva de Deus, com a celebração da santa missa em ação de graças pela sua vida e santidade, às 19h30, na Paróquia Nossa Senhora da Divina Providência (Av. Expedicionário Benvindo Belém de Lima, 1038 – São Luiz), presidida pelo Padre Josimar Felipe da Silva.

No mesmo dia (16) haverá uma missa em ação de graças pela vida e santidade da Irmã Benigna e pela sua beatificação na Capela de São José – Lar Augusto Silva (Asilo), Rua Chagas Dória, 750 – no centro de Lavras. Outras celebrações eucarísticas acontecerão também em BH (veja programação abaixo).

O encerramento será no dia 24, no Lar Augusto Silva, em Lavras, iniciando com a missa celebrada às 11h, na Capela de São José, presidida pelo Padre Marcelo Martins (SCJ). Em seguida, haverá  almoço de confraternização, entrega das doações para o asilo, visitas guiadas e confraternização com os idosos com entrega dos kits.

Vida

Irmã Benigna nasceu em Diamantina-MG, no dia 16 de agosto de 1907. Em 11 de fevereiro de 1935 ingressou na Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, fundada pelo Servo de Deus Monsenhor Domingos Pinheiro, onde trabalhou em diversas casas, levando vida de santidade. Sem fazer acepção de pessoas, estava sempre disponível para ajudar e acolher, a todos ensinava o valor da oração. Abdicava de si para cuidar do necessitado, a qualquer hora. Através da sua fé, caridade, humildade e a força de suas orações, principalmente a Salve Rainha que rezava com todos, levou muitos à conversão, transformando pessoas, famílias e situações. A todos ensinou a piedade, a fé, o amor a Deus e a Nossa Senhora.

Em vida, já era considerada Santa. Irmã Benigna faleceu em 16 de outubro de 1981, em Belo Horizonte. Devido ao número de milagres atribuídos à sua intercessão, foi aberto o Processo de sua Beatificação na Arquidiocese de Belo Horizonte, no ano de 2011. Após o encerramento da fase diocesana (2013), toda a documentação foi encaminhada para o Vaticano. No momento, essa documentação – “Positio” – está sendo impressa e será examinada por um grupo de Teólogos, de Cardeais e Bispos, que opinarão sobre a vida, as virtudes e a fama de santidade da Serva de Deus. Por fim, será apresentada ao Papa para que seja examinada. Sendo aprovada, Sua Santidade, o Papa Francisco, decretará a virtude heroica da Serva de Deus, e, neste momento, ela será declarada Venerável. Será mais um passo importante rumo à sua Beatificação.

As relíquias da Serva de Deus Benigna (Irmã Benigna) encontram-se na Cripta do Ressuscitado, na Capela São Luiz, no interior do Recanto Monsenhor Domingos-Caeté. O Recanto abriga também o seu Memorial com vasto acervo sobre sua vida.

A Associação dos Amigos da Irmã Benigna – AMAIBEN e a Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade – CIANSP se sentirão honradas com a presença de todos.

Você também pode gostar