Cientistas do Virginia Tech conhecem projetos da UFLA

10/08/2019

 

 

Pesquisadores da Virginia Polytechnic Institute e State University (Virginia Tech) estiveram na Universidade Federal de Lavras (UFLA) entre os dias 7 e 9/8 para conhecer os projetos desenvolvidos pela Universidade na área de ciências florestais e estabelecer as próximas etapas para efetivação das parcerias previstas no Protocolo de Intenções entre as duas instituições, assinado em 25/2.

Representantes do instituto americano visitaram Laboratório de Estudos e Projetos em Manejo Florestal (Lemaf/UFLA), vinculado ao Departamento de Ciências Florestais (DCF), e se reuniram com o reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo. Os cientistas se inteiraram sobre os projetos de manejo florestal realizados de forma conjunta com outras instituições, como é o caso do Sistema de Cadastro Ambiental Rural (SiCAR) desenvolvido em parceria com o Serviço Florestal Brasileiro – o sistema é a maior plataforma para armazenamento de dados ambientais existente no mundo, integrando e gerenciando os dados ambientais dos imóveis rurais de todo o Brasil levantados no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O pesquisador Harold Burkhart, pioneiro nos estudos sobre biometria florestal no mundo, ressaltou que ambas as instituições terão ganhos com os projetos desenvolvidos em parceria. “Estou muito impressionado com o trabalho acadêmico e tecnológico de ponta desenvolvido na UFLA. É muito natural que haja essa aproximação para a criação de novos projetos. Essa cooperação vai trazer benefícios mútuos”, explicou o cientista da Virginia Tech.

Ressaltando a estrutura e o capital humano da UFLA, a pesquisadora da instituição americana Stella Zucchetti Schons do Valle reforçou que se dedicará para que o acordo apresente ótimos resultados em intercâmbio e produção de conhecimentos e tecnologias conjuntas nas áreas de economia, manejo e biomestria florestal, pesquisa operacional, inventário florestal e geoprocessamento.

O reitor da UFLA José Roberto Scolforo salientou a importância desse trabalho de cooperação, resultado de esforços de negociação feitos em 2018. “A Virginia Tech possui uma grande gama de professores qualificados, como Harold Burkhart, que pode ser considerado o ‘pai’ da biometria florestal. Então, é uma parceria bastante estratégica para que a UFLA amplie seus projetos, ao mesmo tempo em que fortalece as ações de internacionalização da Universidade como um todo. “

Localizada em Blacksburg, no estado da Virgínia, a Virginia Tech possui 110 bacharelados, 170 programas de mestrado e doutorado e mais de 34 mil estudantes. Profissionais e estudantes de todas as áreas do conhecimento que tenham interesse em algum tipo de colaboração com a Virginia Tech já podem procurar pela Diretoria de Relações Internacionais (DRI), para conhecer mais detalhes a respeito da cooperação.

*Com a colaboração de Gláucia Mendes