Valdemar proíbe uso do caixa do PL para bancar caravanas rumo a ato de Bolsonaro

O presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, pediu aos diretórios da legenda espalhados pelo país, que não utilizem recursos partidários para bancar caravanas rumo ao ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para o próximo dia 25. Bolsonaro, que é filiado ao PL, pretende reunir aliados e apoiadores na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), a reboque de recente operação da Polícia Federal (PF) para investigar um possível golpe de Estado.

O comunicado em que Valdemar veda o uso de recursos do caixa do PL para custear as excursões foi obtido pela Itatiaia nesta sexta-feira (16). A proibição vale, também, para qualquer outro tipo de despesa ligada à atividade Apesar da decisão, Valdemar pede “a adesão de todos” ao evento.

Interlocutores de Bolsonaro em Minas Gerais acreditam que será possível garantir a participação do governador Romeu Zema (Novo) no evento. A ida dele a São Paulo ainda não está prevista, mas aliados do ex-presidente querem conversar com o político do Novo sobre o tema.

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Últimas Notícias