Vacinação contra a influenza termina hoje (30) em MG

30/06/2020
Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

 

A 22º Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza chega ao fim nesta terça-feira, dia 30/6. Mesmo com cobertura geral de 94,96%, o Estado ainda não atingiu a meta, que é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários. Cerca de 883.391 pessoas ainda não receberam a vacina.

Segundo dados do Sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) do último dia 23/6 a menor cobertura está entre os adultos de 55 anos a 59 anos, cuja taxa é 59,06%. Entre as gestantes, a cobertura encontra-se em 62,20% e entre as crianças em 66,56%. Já entre as puérperas, a cobertura está em 80,34%.

A coordenadora Estadual do Programa de Imunizações, Josianne Dias Gusmão, reforça que a vacina contra a influenza é muito importante, uma vez que permite reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza.

“A vacina influenza é a medida de prevenção mais importante para proteger contra a doença. Neste momento de pandemia, é necessário evitar a sobrecarga dos serviços de saúde e a vacina contra a influenza tem o efeito de evitar hospitalizações. Por isso l, as pessoas que fazem parte do grupo prioritário devem procurar um posto de saúde para se imunizar”, afirma a coordenadora.

Fases da campanha

A escolha dos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe segue recomendação do Ministério da Saúde (MS) e é definida a partir de estudos epidemiológicos. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias e também aqueles grupos que permitem uma maior disseminação do vírus da gripe.
A primeira fase da campanha aconteceu de 23/3 a 15/4 deste ano e vacinou cerca de 3.470.893 pessoas com 60 anos e mais de idade e trabalhadores de saúde, alcançando cobertura superior a 100%.
Na segunda fase, que ocorreu do dia 16/4 à 8/5, foram vacinadas 1.510.915 pessoas, entre indígenas, pessoas com comorbidades, pessoas privadas de liberdade, portuários, funcionários do sistema prisional, força de segurança e salvamento, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo.
Nesta terceira fase, que começou no dia 11/5 e vai até o dia 30 deste mês, foram vacinadas 1.948.960 pessoas entre crianças, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência, professores de escolas públicas e privadas e adultos de 55 a 59 anos.
DOSES APLICADAS E COBERTURA

Gripe em Minas

Em Minas Gerais, até o momento, foram registrados 109 casos de influenza e 15 óbitos. Confira outros dados sobre a doença em Minas neste link.

De acordo com a coordenadora, Josianne Gusmão, a imunização pode reduzir os riscos de complicações, internações e mortalidades decorrentes das infecções pela Influenza. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, de 39% a 75% a mortalidade global e em, aproximadamente, 50% nas doenças relacionadas à influenza.

Por Juliana Gutierrez/Agência Minas