Rodovias do Sul de Minas somam sete mortes durante o feriado prolongado

19/11/2018

Pelo menos sete mortes foram registradas nas rodovias que cortam o Sul de Minas entre quinta-feira (15) e domingo (18), durante o feriado prolongado em Minas Gerais. Os acidentes fatais, seis ao todo, foram registrados em diferentes trechos da região.

Na BR-267, em Cambuquira, o padre Edvar Rodrigues Rangel, de 45 anos, morreu na noite deste domingo (18),  quando o carro em que ele estava bateu em um caminhão. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, testemunhas disseram que o Fusca em que ele estava rodou na pista, atingiu o caminhão e caiu em um barranco. Ele morreu no local.

Na BR-146, um motociclista de 41 anos morreu na manhã deste domingo em Bandeira do Sul. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a moto e um ônibus bateram de frente por volta das 7h55.

Na MG-050, um homem de 32 anos e uma mulher de 62 anos morreram em um acidente entre um carro e uma caminhonete que bateram de frente na madrugada de domingo. Os dois morreram no local e, segundo os bombeiros, não usavam cinto de segurança no momento da batida. As vítimas ficaram presas às ferragens e foi preciso o uso de ferramentas para a retirada dos corpos.

Na MG-350, um homem de 55 anos morreu e outras três pessoas ficaram feridas em um acidente entre um carro e um caminhão. A batida aconteceu no trecho entre Delfim Moreira e Itajubá no início da tarde de sábado.

Na BR-383, um homem de 35 anos morreu depois de ser arremessado do carro que dirigia na madrugada deste sábado. O acidente aconteceu no trevo de acesso entre Itajubá e Maria da Fé. Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista perdeu o controle, bateu em um barranco e capotou.

Na BR-459, no perímetro urbano de Congonhal, um ciclista de 43 anos morreu atropelado por um motorista embriagado, segundo a polícia. Câmeras de segurança registraram a ação, na noite de quinta-feira.

*Fonte: G1 Sul de Minas

Você também pode gostar