Região: PCMG investiga tentativas de homicídio em assentamento sem-terra

31/07/2020

 

 

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, no início desta manhã (30), mandado de busca e apreensão em um assentamento sem-terra situado no município de Campo do Meio, Sul de Minas Gerais. Um facão e fogos de artifícios foram apreendidos no local, e um indivíduo preso por resistência. Um policial ficou ferido.

As investigações do fato tiveram início no final de junho, quando duas vítimas procuraram o Departamento Estadual de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) relatando terem sofrido uma tentativa de homicídio em uma estrada próxima ao assentamento Jatobá, e que os suspeitos eram do referido assentamento.

Com os levantamentos, os policiais descobriram que a motivação da tentativa de homicídio estaria relacionada à disputa de terras e que um dos suspeitos possuía uma arma de fogo.

Segundo o Delegado responsável pelo caso, Rafael Horácio, as vítimas continuaram a ser ameaçadas de morte pelo suspeito. “Com a descoberta da arma de fogo em posse do suspeito e com a continuidade das ameaças, a busca era necessária para a proteção das vítimas”, explicou o Delegado.

Durante as buscas, a equipe policial encontrou muita resistência dos suspeitos. Um deles disparou fogos de artifício contra os policiais e quebrou uma janela com um facão, ferindo um policial no braço com os estilhaços.

Um dos suspeitos, de 56 anos, que possui histórico de ameaçar policiais e representantes da Justiça, foi preso.

O policial ferido foi conduzido ao hospital e necessitou de cinco pontos para fechar a ferida. Ele foi medicado, liberado e passa bem.