Procura por novos extintores ABC faz produto sumir do mercado em Lavras 

07/01/2015

73d5420849b3f98e3308c262dbadb35057a95c86

 

Desde 2009 o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina a mudança dos extintores BC para os ABC, que passaria a valer a partir de janeiro deste ano. No entanto, o início da regularização foi prorrogado pela terceira vez, desta vez por mais 90 dias.

A procura pelos novos extintores cresceu consideravelmente em dezembro de 2014, e muitas fábricas não estavam preparadas para esse crescimento.

Em Lavras, o produto praticamente sumiu das prateleiras nos últimos dias, fazendo com que muitos consumidores não consigam se adequar às novas regras. É o caso de Wanderson Aranha que teve que desembolsar dinheiro a mais para conseguir um extintor.

O extintor estava sendo comercializado por R$ 59,00 em muitas lojas da cidade, mas devido a escassez do produto no mercado, Aranha foi obrigado a pagar R$ 72,00 pelo seu. “Acho interessante uma lei começar a vigorar e não ter o produto, ou seja, não há como praticar a lei se você não encontra o extintor”, disse.

Procuradas pela reportagem do Lavras 24 Horas, muitas lojas especializadas na venda dos novos extintores ABC afirmaram que esperam repor os estoques do produto nos próximos dias.

Modelo

O novo modelo tem durabilidade de cinco anos e está apto a combater incêndios tipo “A”, que envolvem materiais como roupas, papéis, pneus, tapetes e estofados de automóveis. A adequação é fundamental para a circulação de veículos automotores, elétricos, reboques e semi-reboques.

Aquele que for flagrado na fiscalização e estiver em desacordo com a resolução será enquadrado pelo artigo 230, inciso X, que prevê multa de R$ 127,69 e perda de 5 pontos na CNH.

Os veículos fabricados a partir de 2005 já são equipados com o pó químico tipo ABC, não sendo necessária a substituição, tendo o proprietário que ficar atento apenas as instruções de segurança como a troca nos casos de: uso, fim da validade ou despressurização.