Preso estelionatário que aplicou golpes em Lavras; Prejuízo chega a R$ 60 mil

14/02/2020

 

 

Quinta-feira (13), às 17:51, em Lavras, os militares tomaram conhecimento de que estaria ocorrendo na cidade uma onda de estelionatos, vitimando várias pessoas.

As equipes iniciaram uma operação, chegando até o infrator que estava à espreita nas proximidades de uma agência bancária na Praça Doutor Augusto Silva, no centro de Lavras.

Ele foi abordado, sendo encontrados com ele 2 aparelhos celulares, R$ 102,00 e vários formulários de termo de entrega e responsabilidade com o timbre de um banco, além de um crachá de identificação de funcionário do banco, 3 máquinas de cartões e 2 cartões bancários.

Diante do flagrante o infrator confessou que estava praticando estelionato na cidade.

Para efetuar o golpe era feita uma ligação para a residência das pessoas, dizendo ser do setor de fraudes do banco, e que as vítimas estavam com seus cartões clonados e utilizados por pessoas estranhas, sendo necessário ligar para o serviço de atendimento ao cliente do banco em um número 0800.

Quando as pessoas ligavam, a ligação caía em um menu eletrônico de atendimento. Outra pessoa atendia e pedia para vítima digitar a senha do cartão para que ocorresse o cancelamento.

Feito o tal procedimento, a vítima deveria entregar o cartão cancelado para recolhimento por um funcionário do banco. Era quando o infrator entrava em ação, recolhendo os cartões e fazendo as transações bancárias.

Após se apoderar dos cartões, ele até deixava um recibo assinado em papel timbrado do banco.

Uma das vítimas informou que detectou a fraude depois de um desfalque de aproximadamente R$40.000,00 em sua conta.

Outra vítima contou que havia perdido R$ 10.200,00 no golpe.
Todas disseram que o próprio banco as ligou informando as movimentações financeiras.

No hotel onde o estelionatário estava hospedado foram localizados vários cartões de crédito, máquinas de cartão e R$ 2.565,00.

O infrator de 32 anos, natural da cidade de São Paulo, foi preso em flagrante, sendo conduzido até a Delegacia junto de todo o material e dinheiro apreendido. De lá seguiu até o presidio de Lavras, onde permaneceu.

Até o momento 4 vítimas foram identificadas, em um prejuízo que beirou R$ 60.000,00.

ACO/8ºBPM