Prefeitura Municipal emite nota oficial sobre a Greve dos Servidores

Publicado em 22/11/2015
Imagem ilustrativa

Na sexta-feira (20), a Prefeitura Municipal de Lavras enviou à imprensa, uma nota oficial sobre a Greve dos Servidores.

Leia na íntegra.

“Diante do quadro de greve de alguns servidores municipais desde o dia 10/11 e em função da série de boatos falsos   que vem prejudicando os
trabalhos da Prefeitura de Lavras em prol da população,  a mesma vem a público esclarecer quer:

– É falsa a informação de que os salários estão atrasados há três meses, como querem fazer crer alguns políticos inescrupulosos e adeptos do
“quanto pior, melhor”;

– A verdade é que, hoje, o atraso se restringe a 11 dias para 43,88% dos funcionários. Ou seja, num universo de mais de 3000 servidores
municipais, apenas os que possuem salários mais altos ou comissionados estão com atrasos. Segundo dados do próprio Sindicato, menos de 400 servidores estão em  estado de greve, o que representa uma pequena parcela do total do funcionalismo;

– Para estes, no dia 17/11, a Secretaria Municipal de Fazenda, Planejamento e Gestão prestou todos os esclarecimentos sobre a proposta
de regularização, por meio do envio de uma tabela, com a previsão dos pagamentos;

– Na tarde desta quinta-feira (19/11), atendendo pedido dos próprios grevistas, o prefeito Silas Pereira recebeu o Comando de Greve para
debater a proposta;

– Durante o encontro, o Comando de Greve solicitou pequenos ajustes na proposta apresentada pela Secretaria de Fazenda, sendo novamente atendido de imediato, desde que firmasse o compromisso de que os grevistas voltariam imediatamente aos trabalhos sem maiores prejuízos à população de Lavras;

– Importante esclarecer, que mesmo com uma parcela quase insignificante dos servidores em estado de greve, serviços como o transporte de
crianças para as escolas na zona rural, fiscalizações fazendárias e alguns atendimentos na área de saúde estão prejudicados;

– Por fim, a Prefeitura de Lavras reafirma a intenção de cumprir todos os compromissos firmados com o Comando de Greve na reunião do dia 19/11 e espera o cumprimento do acordo para a volta dos grevistas ao trabalho, evitando assim que os dias paralisados dos mesmos sejam cortados de seus vencimentos já a partir da próxima segunda-feira (23/11).”

Nossa equipe entrou em contato com o Sindicato para que seja também dada a eles, o direito de reposta e tão logo seja enviado um esclarecimento, iremos publica-lo no site.

Veja também