Parceria entre a Prefeitura e APAE continua em 2016

Publicado em 05/01/2016

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) divulgou, em um ofício enviado à Prefeitura, um relatório quantitativo dos atendimentos realizados por meio do Programa de Ações Terapêuticas na Educação (PROATED) em 2015. Trata-se de uma parceria firmada entre a APAE e a Prefeitura, como parte do co-financiamento, na competência do município, da prestação de serviços gratuitos de atenção à saúde, de atenção educacional e de atenção socioassistencial para a pessoa com deficiência intelectual e/ou múltipla, garantidos constitucionalmente.

No ano passado foram 184 crianças e adolescentes beneficiados pelo programa, tendo sido realizados 104 atendimentos clínicos: 51 na área de psicoterapia, 30 de fonoterapia e 23 na área de psicoterapia e fonoterapia. A APAE também atendeu a 80 alunos com deficiência intelectual ou com indicadores de autismo em atendimento em educação especial regular na Escola-Clínica da APAE.

Com o PROATED, a APAE também aplicou os recursos financeiros municipais na contratação de profissionais e aplicação em despesas de custeio e manutenção. Tudo isto permitiu atendimentos clínicos ambulatoriais e serviços educacionais em escolarização especial. Em 2016 a parceria será renovada para a manutenção da prestação dos serviços no município.

Foram 21 unidades educacionais que procuraram pelos atendimentos em 2015: escolas estaduais Cristiano de Souza e Firmino Costa; escolas municipais Álvaro Botelho, Doutora Dâmina, Complexo Educacional Guilherme Henrique de Carvalho, Édio Nascimento Birindiba, Francisco Sales, Itália Cautieiro Franco, José Serafim, Oscar Botelho, Padre Dehon, Paulo Lourenço Menicucci, Paulo Menicucci, Professor José Luiz de Mesquita, Paulo de Souza, Sebastião Botrel Pereira e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI’s) Antonina Carvalho, Irmã Benigna, Vitória Murad, Juracy Elisa Costa e Lavrinhas.

Veja também