Número de casos de dengue seguem em queda na cidade de Lavras

Publicado em 07/07/2015

7

Mesmo com a chegada do inverno e com a queda do número de registros de casos de dengue na cidade, a Prefeitura segue realizando ações para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Desta vez a mobilização foi realizada no pátio da Prefeitura, na quinta-feira (02/07).

Os agentes de endemias da Vigilância em Saúde realizaram uma vistoria e recolheram resíduos que podem se transformar em focos de dengue. Além disso, os agentes orientaram os servidores do setor sobre as medidas que podem ser tomadas para evitar a doença dentro de casa e no ambiente de trabalho.

Secretaria de Saúde realiza tratamento focal contra a dengue

No período de 28/06 até 04/07, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, realizou o tratamento focal contra a dengue em 1.206 pontos da cidade. Foram eliminados 2.561 depósitos. A operação também foi realizada em 13 pontos estratégicos do município: borracharia, cemitérios e ferros-velhos. O trabalho consiste na retirada de resíduos, lixo e orientações dos moradores, além da pulverização de inseticida nos pontos estratégicos.

Número de casos

Na Semana Epidemiológica 25 (do período de 28/06 a 04/07) foram registradas 78 pessoas com dengue no município, de acordo com o cronograma abaixo:

Semanas Epidemiológicas recentes

Semana 25

De 28/06 a 04/07

78 casos

Semana 24

De 14/06 a 20/07

77 casos

Semana 23

De 0706 a 13/06

96 casos

Semana 22

De 31/05 a 06/06

64 casos

A Semana Epidemiológica é o levantamento semanal registrado pela Vigilância Epidemiológica, setor da Secretaria Municipal de Saúde responsável pelo combate à dengue na cidade. Esta Semana é utilizada pelos setores de Vigilância Epidemiológica dos municípios em todo o país na apresentação da distribuição temporal dos casos por se tratar de padronização internacional, que permite a comparação dos dados.

Até o fechamento dos dados, realizado nesta segunda-feira (28/06), já foram notificados  6.624 casos suspeitos e 3.442 casos confirmados da doença, no acumulado desde o início do ano. Este número ainda cresce, em razão da tabulação lenta registrada no Sistema de Informações de Agravos de Notificações (SINAN), que apresenta congestionamento, já que é utilizado ao mesmo tempo por municípios de todo o país.

São casos que já aconteceram e cujos pacientes já se curaram da doença, já que o período médio de incubação da doença até sua completa recuperação dura de 7 a 10 dias.

Uma semana tem mais de 10 mil minutos. Que tal usar apenas 15 deles para combater a dengue dentro de casa?

Elimine todos os focos de água parada em sua residência: pratinhos de vasos de plantas; pneus e garrafas PET, entre outros. Mantenha sempre a lixeira tampada. Caso tenha, limpe a piscina uma vez por semana e trate a água com cloro. Verifique se a vedação da caixa d’ água está correta. Mantenha a tampa do vaso sanitário sempre fechada. Seque e guarde em local aberto todos os materiais em uso e que possam acumular água. O ovo do mosquito transmissor resiste por mais de um ano e, caso haja nova presença de água, o ciclo evolutivo é retomado.

 

Veja também