Moraes autoriza PF a recolher passaporte de Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes determinou que o ex-presidente Jair Bolsonaro entregue seu passaporte em até 24 horas.

O ex-presidente é um dos alvos da operação da Polícia Federal deflagrada nesta quinta (8), que investiga uma suposta tentativa de golpe de estado.

Pela decisão, Bolsonaro está proibido de se comunicar com outros investigados. O ministro Alexandre de Moraes ordenou que os passaportes de Bolsonaro e outros envolvidos fossem recolhidos, considerando isso como um avanço crucial na investigação.

A PF cumpre 33 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e 48 medidas cautelares. Filipe Martins, ex-assessor especial de Bolsonaro, foi detido sob suspeita de apresentar ao presidente um esboço do golpe.

Além disso, aliados do ex-presidente, incluindo o candidato a vice e ex-ministro da Casa Civil general Braga Netto, o ex-ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional general Augusto Heleno, o ex-ministro da Defesa general Paulo Sérgio Nogueira e o ex-ministro da Justiça, Anderson Torres, estão entre os alvos de mandados de busca e apreensão.

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Últimas Notícias