Lixão volta a ser alvo de reclamações de moradores em Lavras

Publicado em 30/12/2015

971283_996591620363760_4410190645189768354_n - Cópia

O lixão de Lavras voltou a ser alvo de reclamação de moradores que residem próximo a ele, na comunidade de Itirapuã, bairro que passou a fazer parte do perímetro urbano de Lavras.

No local, mau cheiro, ratos, urubus e baratas convivem entre milhares de toneladas de lixo tóxico, que põem em risco a saúde humana e o meio ambiente, como pilhas, celulares, embalagens de produtos químicos, entre outros.

Desde o ano passado, todo o lixo produzido em Lavras é levado para um aterro licenciado no município de Alfenas. Essa foi a forma encontrada pelo Executivo para fazer valer o que determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) que determinou que todos os lixões a céu aberto do país deveriam ser substituídos por aterros sanitários.

Veja também