Lavras e Nepomuceno recebem recursos para manter atendimentos de saúde

16/10/2019

 

 

Municípios mineiros receberam no dia 09 de outubro um total de R$ 1,4 milhão em recursos para Saúde. O dinheiro, garantido por meio de emenda parlamentar do deputado federal Domingos Sávio (PSDB/MG), foi liberado para hospitais filantrópicos e santas casas de oito cidades.

A maior parcela foi destinada para a manutenção de instituições de saúde no interior do estado, onde a demanda por atendimento é grande e crescente. Lavras, na região de Campos das Vertentes, foi beneficiada com a transferência de R$ 200 mil para o custeio de atividades do Hospital Vaz Monteiro.

Em Nepomuceno, no Sul de Minas, recursos no valor de R$ 200 mil vão contribuir para o funcionamento da Santa Casa de Misericórdia, referência no atendimento público para a população.

Domingos Sávio defende a descentralização dos recursos em saúde. De acordo com o deputado federal, grande parte da demanda por serviços públicos está no interior. “Nosso trabalho é viabilizar o dinheiro e oferecer as condições necessárias para o funcionamento dos hospitais, garantindo, assim, o atendimento a todos os cidadãos na rede pública”, afirmou.

O deputado também destaca a importância das instituições beneficiadas. “Em todas as cidades, esses centros são fundamentais para o funcionamento da rede de saúde. Por isso, nossos esforços em contribuir com o alívio financeiro dessas instituições não podem parar”, completou Domingos Sávio.

Centro-Oeste e Norte de Minas
Mais recursos também foram liberados para Divinópolis, no Centro-Oeste. O Município foi beneficiado com a transferência de R$ 250 mil. Em Itaúna, também no Centro-Oeste, recursos de R$ 150 mil vão contribuir para o funcionamento do Hospital Manoel Gonçalves, porta de entrada para o atendimento a mais de 120 mil pessoas.
No norte de Minas, R$ 150 mil foram destinados ao Hospital Dr. Osvaldo Prediliano Santanna, em Salinas.

Belo Horizonte

Na capital, R$ 500 mil foram divididos para o custeio das atividades em três instituições: Hospital da Baleia (R$ 200 mil), Fundação Hospitalar São Francisco de Assis (R$ 150 mil) e Santa Casa de Belo Horizonte (R$ 150 mil).

Domingos Sávio ressalta a importância de contemplar alguns dos principais centros de acolhimento em saúde de BH. Segundo o parlamentar, esses hospitais juntos abrangem grande parte da população de Minas Gerais de uma maneira geral, pois são muitos pacientes que buscam o atendimento na capital. “Mais uma vez, pude contribuir com a saúde pública e com entidades sérias que precisam do nosso apoio permanente”, finalizou o deputado.