Lavras: Centro Musical Edgar Willems comemora 25 anos apostando no ensino de alta qualidade

02/02/2016
A pianista e musicista Silvia Regina Pfeiffer: trabalho c comprometido com a excelência, a qualidade, a seriedade e a transparência do ensino da música.

“Você precisa ter muita persistência, acreditar realmente nos seu trabalho, caso contrário você para no meio do caminho”. A frase dita pela pianista e musicista lavrense Silvia Regina Pfeiffer em seu encontro com a Tribuna de Lavras resume o que fez dela a mais importante profissional devotada ao ensino da música no município.

Sua longa trajetória que se consolida com a criação do Centro Musical Edgar Willems, que comemora 25 anos de fundação em 2015. Silvia Pfeiffer começou a tocar piano na adolescência tendo como professoras as lavrenses Delva Emerich, 82 anos, e Cecília Veiga (já falecida). Formada em Música pela Universidade de São Paulo (USP), tem curso de especialização em iniciação e musicalização infantil feito na Suíça e na França.

Para a musicista, a escola vive o seu melhor momento por conta da equipe de profissionais gabaritados e formados nas mais renomadas universidades brasileiras. O objetivo é oferecer um ensino de qualidade e confiável para a aprendizagem dos alunos.

Além da própria Silvia Pfeiffer nas aulas de musicalização infantil, o time conta com o pianista e compositor Hélcio Baroni (USP) – atualmente em cartaz com um recital dedicado à obra do mineiro Egberto Gismonti; o pianista Francis Vilela (Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG), que também promove um recital voltado à obra do pianista francês Claude Debussy (1862-1918). Há também o violinista Emerson Rocha (Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP) e a professora de canto Elisabete Mendonça Silva do Carmo (UFMG).

“A musicalização é um processo muito importante, no qual trabalho a criança como um todo. Elas vivenciam a música, o ritmo, a voz, o ouvido e somente depois entregamos ela pronta para os professores de acordo com suas aptidões. Com isso, cada aluno tem uma base, ele chega alfabetizado ao instrumento”, relatou.

A proposta da iniciação musical envolve alunos a partir dos quatro anos de idade com aulas em grupo e individuais. “A criança vai progredindo, mas não abandona a musicalização, pois trata-se de um processo junto com o aprendizado do instrumento”. A pianista destacou que a formação musical traz benefícios inerentes à vida escolar dos alunos, aumentando a sua concentração, precisão, coordenação motora e criatividade. Para ela, a formação musical é algo fundamental na vida de qualquer criança ou jovem.

Concertos

Ao longo dos últimos anos, o Centro Musical Edgar Willems movimentou o cenário da música erudita em Lavras, um gênero hoje tão pouco valorizado como toda arte da alta cultura, mas que, graças à pianista, pode retornar ao lugar que merece em nossa cidade.

Com o Concerto de Primavera, em 2014, a escola conseguiu a façanha de trazer a Lavras o renomado pianista internacional Cristian Budu, vencedor de diversos concursos nacionais, como o Nelson Freire (2010) e o Programa Prelúdio da TV Cultura (2007). Em 2013, tornou-se o primeiro brasileiro a vencer o 25º Concours International de Piano Clara Haskil na Suíca. A pianista revelou que Cristian Budu se ofereceu para fazer o concerto naquela ocasião após conhecer o trabalho formativo da escola.

No ano passado, também por inciativa do Centro Musical Edgar Willems, aconteceu o concerto da dupla de pianistas Celina Szrvinsk e Miguel Rosselini, nomes consagrados do cenário brasileiro e internacional. Eles inauguraram o projeto Amigos da Música, num recital histórico para o município.

Uma das conquistas da pianista Silvia Pfeiffer foi a compra da sede própria da instituição, que em breve ganhará uma sala especial de apresentações. O espaço deverá ser finalizado até o final deste ano. A outra foi a aquisição do piano de cauda profissional da marca Yamaha, usado pela primeira vez durante a apresentação de Cristian Budu em Lavras.

“Ter um piano de cauda é o sonho de todo pianista profissional. Sou muita grata a Deus por tê-lo conquistado e ter essa equipe tão boa ao meu lado para podermos trabalhar. A compra do piano foi uma vitória. A FADMINAS abriu as portas para que ele pudesse ficar lá”, disse.

Silvia Pfeiffer perdeu a conta de quantos alunos passaram pelo Centro Musical Edgar Willems nestas mais de duas décadas. “Dei aulas para uma geração de crianças e jovens. Tenho ex-alunos que hoje são médicos e até um diplomata, o lavrense Bruno Pereira Rezende. São pessoas que me escrevem para agradecer pelo fato da música fazer parte de suas vidas até hoje”, enfatizou.

Futuro

silvia oficial  (1) - Cópia

A pianista disse ter consciência da pouca valorização da música no processo formativo dos cidadãos, mas não perde a esperança de contribuir de alguma forma nesse processo. “O que fazemos é dar uma contribuição pequena a essa cultura que é tão importante para a sociedade. Realizar recitais com os alunos e suas famílias ou promover um máster class com alunos de 10 anos de idade tocando piano de forma maravilhosa em nossa escola, isso não tem preço”. Ela afirmou que o mais importante não é somente poder formar novos musicistas, mas ensinar os alunos a ouvir e gostar da boa música.

Silvia Pfeiffer afirmou que o seu desejo é que a população lavrense visite e conheça o trabalho empreendido pelo Centro Musical Edgar Willems a fim de travar contato com o trabalho empreendido pela equipe de professores. “Essa é a minha meta para os próximos 25 anos: fazer um trabalho cada vez mais comprometido com a excelência, a qualidade, a seriedade e a transparência do ensino da música. Meu sonho é que essa escola continue, que ela não morra”, finalizou.

O Centro Musical Edgar Willems abrirá inscrições para novas turmas nessa segunda-feira, dia 1º. A escola fica localizada na rua Pedro Moura, 343, ao lado da Escola Municipal Drª. Dâmina. Mais informações pelos telefones pelo 3821-0211 e 99986-0211.