Funcionários do INSS de Lavras começam greve nesta terça-feira (7)

Publicado em 07/07/2015
Agência do INSS em Lavras

inss lavras - Cópia

Os servidores federais da Saúde, Trabalho, Previdência Social e do Instituto Nacional de Seguro social (INSS) de Lavras iniciam nesta terça-feira, dia 7, uma greve por tempo indeterminado.
A decisão unânime da categoria em âmbito nacional é coordenada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (FENASPS) e o Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho, Assistência Social em Minas Gerais (Sintisprev/MG), que aprovaram o indicativo de greve.

O sindicato informa que a falta de negociação por parte do Governo Federal é o principal motivo da aprovação da greve. No último dia 25, na última reunião entre 49 entidades sindicais e representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, o Governo apresentou proposta de aumento de 21,3%, parcelada em quatro anos (2016 a 2019).

Para a categoria, a proposta é “vergonhosa e não cobre a inflação de cada um desses anos”. Entre as principais reivindicações estão: reajuste da remuneração de acordo com a inflação; incorporação das gratificações; plano de cargos e carreiras; 30 horas de trabalho para todos os servidores; concurso público para repor quadro funcional; fim do assédio moral; contra as terceirizações; isonomia salarial com paridade entre ativos e aposentados.

“Neste cenário de crise econômica, governo cortou verbas de segurança e limpeza, falta material de expediente para prestar serviços à população. Portanto, não é possível acreditar que o governo atenderá as justas reivindicações dos trabalhadores, sem haver antes um efetivo processo de luta”, informa o FENASPS.

Sindicalistas e funcionários do INSS de Lavras fazem hoje a distribuição de panfletos em frente a agência local para informar a população sobre a situação da categoria.

Veja também