“Fora Dilma” leva dezenas de lavrenses ao centro da cidade para protestar

Publicado em 16/03/2015
Manifestantes durante ato no centro da cidade
Manifestantes durante ato no centro da cidade

Manifestantes durante ato no centro da cidade

 

Dezenas de manifestantes lavrenses ocuparam a Praça Dr. Augusto Silva na manhã deste domingo (15) para protestar contra o Governo Federal, a exemplo do que aconteceu em várias capitais brasileiras durante todo o dia.

Vestidos com camisas verde e amarela, portando apitos, bandeiras, faixas e cartazes, dezenas de lavrenses realizaram uma passeata em torno das Praças Dr. Augusto Silva e da Bandeira no ato Fora Dilma Lavras. Segundo os organizadores, a manifestação era pacífica, apartidária e democrática.

 

Houve uma pequena confusão no começo do protesto, quando um motorista tentou furar o bloquei feito pelos manifestantes em frente à Igreja do Rosário, o que provocou um congestionamento. Policias da Cavalaria da Polícia Militar precisaram intervir para que o carro passasse.

Manifestante discute com motorista que tentava furar o bloqueio do ato

Manifestante discute com motorista que tentava furar o bloqueio do ato

O trânsito precisou ser desviado para que a manifestação ocorresse. Os motoristas que subiam a rua Sant’Ana tiveram que utilizar a rua Cincinato de Pádua para chegar a zona sul da cidade. Não foi registrado nenhum incidente pela Polícia Militar no local.

Segundo os organizadores, 200 manifestantes participaram do ato. Na pagina do grupo no Facebook, eram confirmadas a presença de duas mil pessoas.  Nas ruas, no entanto, a impressão era que o ato reuniu quase 100 pessoas.

O ato contou com a participação da ex-prefeita de Lavras, Jussara Menicucci de Oliveira, que chegou ao local acompanhada de membros do comitê do PSDB local, que apoio a manifestação.

DSC07855 - Cópia

Lavrenses fizeram passeata

Os manifestantes fizeram um apitaço e chamaram a atenção de quem passava pelo local. Eles gritavam frases como “Fora Dilma” e o “PT Roubou”, além de cantarem o Hino Nacional Brasileiro. Era possível ver famílias inteiras, jovens, crianças e idosos participarem da manifestação.

Homem com apito acompanha passeata

Homem com apito acompanha passeata

Em todo país 21 estados e o Distrito Federal registraram  manifestações  contra o atual Governo Federal. Atos também foram registrados por brasileiros que vivem no exterior. Em Minas Gerais, o movimento  reuniu cerca de 24 mil pessoas na capital Belo Horizonte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também