Felizardo firma parceria com programas gratuitos no Senado Federal em Brasília

Publicado em 09/11/2016

 

 

A Câmara Municipal de Lavras, representada pelo vereador João Paulo Felizardo, o assessor parlamentar Rodrigo de Iorio e o servidor Lauriano Resende Barbosa, estiverem nessa terça-feira, dia 8, em visita a Brasília.

No cumprimento de agenda oficial, Felizardo buscou reativar a Escola do Legislativo em Lavras para o ano de 2017, projeto iniciado na gestão do ex-presidente Marcos Possato, sem qualquer custo para a Câmara Municipal.

 ef927f68-c79e-40ff-920a-e83860262f27

O grupo esteve reunido Florian Augusto Coutinho Madruga, na Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas (ABEL), no Senado Federal, onde traçaram pautas como a implantação do regimento interno da Escola em Lavras. “Nosso intuito foi buscar o dispositivo constitucional que prevê a capacitação dos servidores públicos na prestação dos serviços aos cidadãos, além de aproximar a comunidade lavrense dos atos diários daquele Poder”, disse o vereador.

O futuro presidente da Câmara Municipal de Lavras estabeleceu metas durante o encontro para a construção de uma biblioteca e de um memorial, a celebração de convênios e parcerias com a ALMG, com o TCEMG e com o Congresso Nacional.

O parlamentar também esteve reunido com Luiz Carlos Santana de Freitas, no Instituto Legislativo Brasileiro – ILB/ Programa Interlegis, Coordenação de Planejamento e Fomento – COPLAF.  O encontro permitiu o firmamento de um acordo para a implantação, sem ônus, do portal modelo na gestão da Câmara Municipal de Lavras.

 06ee4b80-4d9a-49d1-8c97-efd0f63081d0

O programa permitirá a atualização e publicação da Lei Orgânica e do Regimento Interno daquele Poder, além de proposituras em tramitação, receitas e despesas e notícias, cujos dados serão alimentados em plataforma com softwares livres, disponibilizados pelo Senado Federal, com backup em servidor próprio.

Durante o encontro, também foram agendados cursos para os servidores da Câmara Municipal, também sem ônus ao erário, nas searas de cerimonial oficial, de contabilidade pública, redação oficial e organização de gabinetes parlamentares.

Veja também