Família promove campanha de doação de medula óssea para garoto lavrense

21/05/2020

 

 

A luta para encontrar um doador de medula óssea mobiliza a família e os amigos do lavrense Pedro Martinhago Botelho (Pepê). Filho do casal  Douglas de Oliveira Botelho e Adriana Zanella Martinhago, o garoto, de 8 anos, luta contra a Leucemia Linfoide Aguda (LLA).   Ela acontece quando as células-tronco, responsáveis por dar origem aos componentes do sangue, sofrem alterações.

A causa ganhou um grande engajamento nas redes sociais, onde circulam textos que incentivam a população a doar sangue e se inscrever no cadastro de doadores.  O Pepê precisa de um doador que seja 100 % compatível a ele. Infelizmente os pais e os irmãos não são. As chances de encontrar um doador compatível é de 1 em 100 mil pessoas. Por isso, ele precisa muito de você!

Se você tem entre 18 e 55 anos, possuí boa saúde e tem interesse em ser doador, basta se dirigir ao Posto Avançado de Coleta Externa de Lavras (Pace) da Fundação Hemominas, localizado no prédio da UPA, ou em uma unidade da Fundação Hemominas mais próximo da cidade de domicílio do interessado.

Serão coletados os dados pessoais e 5 ml de sangue do doador. Após ser cadastrado, o doador é inserido no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e, caso seja compatível com o Pepê, será contatado para confirmar o interesse em doar.  Mais informações pelos telefones (35) 35 99920-1121, (35) 9 9865-4495 e  (44) 9 9875-5649.

Tire suas dúvidas sobre doação no site: www.redome.inca.gov.br e compartilhe a campanha através das redes sociais do Pepê: https://www.facebook.com/Esquadrão-do-Pepê-103734758014700/ (Facebook) e https://instagram.com/esquadraodopepe?igshid=mysl1zhig5kp (Instagram).