Espaço Tecnológico do Mercado Municipal abordará o tema “Diabetes”

22/03/2019

A Pesquisa Nacional de Saúde, realizada pelo Ministério da Saúde e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que 9 milhões dos brasileiros sofrem de algum tipo de diabetes. É um número muito elevado, se considerarmos que isso representa 6,2% da população.

Ainda de acordo com a pesquisa, as mulheres apresentaram maior proporção da doença (7%) do que os homens (5,4%), isso quer dizer que 5,4 milhões de mulheres contra 3,6 milhões de homens. Os percentuais de prevalência da doença por faixa etária são: 0,6% entre 18 a 29 anos; 5% de 30 a 59 anos; 14,5% entre 60 e 64 anos e 19,9% entre 65 e 74 anos. Para aqueles que tinham 75 anos ou mais de idade, o percentual foi de 19,6%.

Para tratar deste importante assunto de saúde, será realizada ação sobre a “Promoção da Saúde do Paciente Diabético” no Espaço Tecnológico da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no Mercado Municipal, na sexta-feira, dia 22, até às 12h. A atividade será promovida pelo Centro Universitário de Lavras (Unilavras), que está desenvolvendo um projeto de extensão “Pé em Dia = Pé com Vida”, voltado para pessoas com diabetes mellitus.

O projeto desenvolve ações de prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde das pessoas com diabetes mellitus, desenvolvido pelas professoras Ana Cláudia Barbosa Honório Ferreira e Estefânia Aparecida de Carvalho Pádua, em conjunto com os alunos do curso de Enfermagem do Unilavras.

Sobre a doença

O diabetes é uma doença crônica metabólica caracterizada pelo aumento da glicose no sangue. O distúrbio acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir a insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo. A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar as células, para ser utilizado como fonte de energia. Se não tratado, o diabetes sobre causar insuficiência renal, amputação de membros, cegueira, doenças cardiovasculares, como AVC (derrame), e infarto.

 

 

*Fonte:Governo Municipal de Lavras

Você também pode gostar