Erros que podem custar caro na venda do seu imóvel em BH

04/08/2020

 

Confira nossas dicas que podem te ajudar a vender uma propriedade

1- Preço inválido:

Todo vendedor deseja ganhar o máximo possível vendendo suas propriedades, mas pedir um preço muito alto geralmente custa mais do que um preço muito baixo. Se o preço for muito alto, os corretores podem não querer mostrar sua propriedade e as partes interessadas podem hesitar em fazer um lance, sentindo que é muito baixo para considerar.

A reavaliação leva mais tempo para vender um imóvel, levando a custos mais altos. Quanto mais propriedades estiverem à venda, mais compradores perderão o interesse. Finalmente, muitas ou a maioria das propriedades reavaliadas são vendidas abaixo do preço de mercado. Em vez de pedir planos de preços muito altos para diminuir mais tarde, deixe seu corretor ajudá-lo, citando o preço certo, o preço que pode ser vendido em sua propriedade no mercado atual.

2- Propriedades não mostradas:

Os compradores procuram casas à venda em BH e compram uma propriedade na qual gostariam de morar. Proprietários que não fazem os reparos necessários, não limpam a casa por dentro e por fora, não reparam a pintura e o jardim, não a mantêm limpa e cuidada, afastam os compradores assim que o corretor chega.

3- Não pré-selecione compradores:

Se você abre regularmente a porta da frente para qualquer pessoa que atravessa sua rua, leva-a para passear por sua propriedade e mostra todos os seus objetos de valor, talvez não se incomode com a rigorosa pré-qualificação que seu corretor de compradores realiza para ver sua propriedade.

É difícil perguntar a um estranho quanto ele pode gastar para vender imóveis em BH, quanto ele ganha, ele tem um bom empréstimo, quanto ele pode pagar mensalmente, quanto ele calculará com a venda de sua propriedade atual e uma dúzia dessas perguntas. A menos que seu corretor já tenha perguntado tudo, você deve fazer todas as perguntas antes que o comprador passe pela porta. Caso contrário, você terá que receber uma “Procissão de compradores de domingo” que sonha em ter uma casa. Obviamente, a pré-seleção é uma questão relativa, mas o corretor tem muito mais experiência em fazer esse tipo de seleção.

4- Ignorância de seus direitos e obrigações:

Um contrato mal escrito pode resultar em falha de vendas ou atraso na retirada e pode até custar muito dinheiro para consertar e corrigir títulos errados. Verifique o que você precisa fazer e o que pagará, deve saber que documentação precisa vender e como as restrições contratuais e de zoneamento locais podem afetar a transação.

Se houver erros na sua documentação ou se sua propriedade for contrária às restrições locais, você ou seu corretor precisarão corrigi-los antes da negociação, caso contrário, você terá que pagar muito por essa falha.

5- Envolvimento direto e emocional na negociação:

Negociar requer habilidade, treinamento e experiência. Às vezes, o proprietário é mais habilidoso que o comprador, mas geralmente o comprador tem a vantagem de ter uma lista de propriedades de interesse pelo preço certo, enquanto o vendedor tem apenas um a oferecer. O envolvimento direto do proprietário cria emoções que enfraquecem a capacidade de negociar e geralmente resultam em maus negócios, restrições ou perda irreversível da empresa. Os vendedores que lidam diretamente com a negociação geralmente aceitam menos por medo de perder a melhor oferta que tiveram até agora. Se o corretor falhar em negociar, você perde. E se você negociar, esteja preparado para o remorso do vendedor (ou remorso do comprador), como sempre acontece.

6- Restrição de vendas e exposição de imóveis:

As únicas ferramentas de vendas que o proprietário tem à sua disposição (por exemplo, sinais de vendas e anúncios classificados), surpreendentemente, são apenas dispositivos moderadamente eficazes. As placas são visíveis a caminho de casa, nas proximidades. Os anúncios classificados alcançam apenas pessoas que leem esta página do jornal em um determinado dia. E se nem o vendedor nem o corretor atenderem o telefone quando ligar, essa atividade promocional mínima será ainda menor.

O corretor certo, além de ter um portfólio de clientes em potencial e conhecer a melhor ferramenta promocional, realizará uma série de atividades de vendas, destacando a que considerar mais apropriada para o seu caso. Ele ou uma pessoa treinada em sua equipe estará sempre pronta para atender o telefone ou dirigir. De fato, a maioria das chamadas é feita durante o horário de trabalho, quando a maioria dos proprietários está fora de casa. Por outro lado, a maioria das propriedades é mostrada às vezes que o proprietário não pode perceber. Dessa forma, o corretor terá um tempo mais fácil para planejar uma visita mais conveniente para você, mesmo sem comprometer o fim de semana.

7- Falta de uma oportunidade de lidar com um potencial comprador:

Os vendedores geralmente compreendem bem o valor e a aceitação de suas propriedades no mercado, mas compradores interessados ​​que viram dezenas de propriedades esta semana sempre sabem mais e podem negociar seus próprios preços.

8- Selecionando um intermediário que não é um intermediário:

O mundo está cheio de corretores que estão errados para você. De donas de casa que vendem sua casa de tempos em tempos, cabeleireiros e vendedores de seguros que pensam que podem ter dois empregos. E seu primo Zé, que precisa urgentemente da comissão, ou seu cunhado, que está desempregado.

Você pode ter o melhor corretor da sua cidade se quiser gastar um pouco do seu tempo pesquisando. É extremamente importante escolher um corretor que seja bem versado em negociação. Você não pode desistir de muitas das qualidades de seu corretor, desde fortes habilidades de negociação a serem usadas no momento certo até competência em todas as fases da venda de sua propriedade. Verifique se eles têm uma equipe treinada que possa liberá-lo dos detalhes, deixando-o livre para promover ativamente a venda de seu apartamento em BH ou casa.

Vender um imóvel pode ser a transação financeira mais importante que você fará. A pessoa ou empresa que você escolher pode torná-la uma experiência gratificante e lucrativa ou uma experiência terrível.

Gostou desse artigo? Então compartilhe em suas redes sociais, para que mais pessoas saibam os erros que podem custar caro na venda de um imóvel!