Duzentas toneladas de lixo são recolhidas por mês na BR 381

22/01/2020

A concessionária que administra a Rodovia Fernão Dias chega a recolher 200 toneladas de lixo por mês às margens da pista. O número considera todo o trecho que vai de São Paulo (SP) a Belo Horizonte (MG).

Entre os itens descartados, há embalagens plásticas, de isopor, papel e pontas de cigarro. Também há pneus e mais peças de veículos que se soltam ao longo da estrada.

Para alertar os motoristas, a empresa começou uma campanha de conscientização, com distribuição de sacos de lixo nas praças de pedágio para o interior dos veículos. Também é feito um trabalho de recolhimento de lixo pelas equipes.

Em apenas um dos caminhões, na manhã desta quarta-feira (22), foram seis toneladas. “É recolhido durante um dia só. A dispensa é muito grande. Às vezes, a gente está recolhendo na frente e atrás já tem gente dispensando lixo novamente”, explicou José Botaro, coordenador de implantação e conservação.

Segundo a coordenadora de meio ambiente Juliana Sampaio, são vários os impactos do descarte incorreto de lixo na rodovia. “Desde bituca de cigarro causar queimadas. O resíduo orgânico que parece inofensivo pode atrair animais na pista, causar atropelamento do animal e o risco do usuário no acidente de trânsito. Esse resíduo pode acumular nas nossas drenagens, causar enchentes”.

Multas

Quem for visto jogando lixo nas rodovia em Minas Gerais pode ser multado no valor de R$130,16. A infração 172 do Código Brasileiro de Trânsito é considerada média e o motorista perde quatro pontos na carteira de habilitação.

Só em 2019, a polícia aplicou 516 multas do tipo nas rodovias mineiras, segundo o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran). A multa é aplicada a quem atira ou abandona objetos ou substâncias na pista.

Outra legislação é considerada – é o artigo 54 da lei de crimes ambientais, que pune quem causa poluição que possa resultar em danos à saúde, mortes de animais ou destruição da flora. A pena varia de um a quatro anos de reclusão, além de multa.