Crise: Vereadores atuam em defesa do Hospital Vaz Monteiro

18/05/2020
Um dos maiores hospitais da região, o Vaz Monteiro (HVM), passa por dificuldades financeiras e pode a paralisar os serviços do Pronto Atendimento Infantil e da UTI Neonatal. Caso isso ocorra, diversas cidades no entorno de Lavras, serão afetadas, uma vez que o hospital é uma referência regional.
Com o advento da pandemia do COVID-19, o Hospital Vaz Monteiro foi referenciado pelo Governo de Minas Gerais como centro de atendimento às vítimas da Pandemia, o que obrigou a sua administração a reduzir e até mesmo cessar parte de sua produção e ocupação de leitos, fazendo cair drasticamente o faturamento e consequente gerou uma enorme dificuldade para custear suas despesas fixas, incluindo as obrigações trabalhistas, a aquisição de equipamentos e a aquisição de insumos, que tiveram seus preços elevados nos últimos meses.
Preocupados com com a situação, os vereadores Coronel Claret, Cristiane Costa e Doutor Alessandro, criaram uma frente parlamentar para ajudar o Vaz Monteiro. Em requerimento ao presidente da Câmara, os vereadores solicitam a disponibilização ao Hospital Vaz Monteiro toda estrutura da Câmara Municipal de Lavras, dentre outras o plenário e a TV Câmara para que a administração do Hospital Vaz Monteiro possa levar até informações à população lavrense sobre as dificuldades vivenciadas pelo Hospital e com isso chamar a atenção da população e das autoridades públicas sobre a situação ora vivida por aquele nosocômio.
Eles também solicitam que cada vereador, como representante do povo, busque ajuda e ou apoio de representantes legislativos e governamentais a nível Estadual e Federal. Também pedem a análise, em caráter de urgência, da projeção de gastos de recursos financeiros pela Câmara Municipal para o restante do ano de 2020, considerando os compromissos já firmados e, o montante disponível, ser devolvido aos cofres públicos, com a finalidade específica de atendimento ao Hospital Vaz Monteiro;
“A questão daqui para frente não pode ser partidária, por isso peço ajuda de todos edis, que convoquem seus deputados estaduais e federais para apresentarem emendas e trabalharem em prol das crianças de Lavras e região, nada de politicagem, precisamos de ações concretas. Toda ajuda será bem vinda”, defende Coronel Claret.