CoronaVac tem eficácia geral de 50,38%, diz Instituto Butantan

12/01/2021

 

 

O Instituto Butantan anunciou nesta terça feira, 12, que a eficácia geral da CoronaVac é de 50,38% verificado em testes realizados no Brasil. O imunizante foi desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com a instituição paulista.

A Anvisa exige um porcentual mínimo de 50% para aprovar o imunizante e está avaliando neste momento um dossiê de 10.000 páginas entregues pelo instituto paulista – o prazo máximo da análise é de 10 dias. O mínimo de 50% também é fixado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na semana passada, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), divulgou que a vacina do Butantan tinha eficácia clínica de 78% para os casos leves e de 100% para casos graves.

Apesar da eficácia geral relativamente baixa se comparada a outros imunizantes, os dados dão uma boa amostra de que a vacina é importante para evitar o agravamento dos quadros de Covid-19. O número é menor porque inclui os voluntários vacinados que testaram positivo para Covid-19 e não tiveram nenhuma sintoma ou apenas reaçōes bem leves.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, declarou que os resultados dos testes provaram que a vacina é “excelente” e “uma das melhores do mundo” por sua facilidade logística e a sua capacidade de prevenir casos graves de Covid-19. “A vacina é muito esperada para ser usada num país onde 1.000 pessoas morrem por dia. É uma vacina mundial que será produzida em bilhões de unidades”, afirmou Covas.

 

Fonte: Veja