Combate ao mosquito Aedes aegypti é tema de encontro entre autoridades e comunidade

Publicado em 22/12/2015

Mobilizar a população de Lavras e conscientizar a todos de que acabar com o mosquito Aedes aegypti é responsabilidade de toda comunidade, não apenas do poder público. Foi com este objetivo que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, realizou o 1º Encontro Municipal de Combate ao Mosquito Aedes aegypti. O evento foi realizado na última quarta-feira (16/12), no auditório Lane Morton, no Instituto Presbiteriano Gammon.

O encontro proporcionou novos conhecimentos sobre o tema noticiado em todo o país, devido ao aumento de número de casos confirmados de dengue, zika vírus e febre chikungunya. O evento também promoveu a união de esforços entre a população e representantes do poder público. Assim, Lavras declarou de vez “guerra” contra o mosquito.

A programação teve início com o pronunciamento do secretário de Saúde, José Mourão Lasmar. Ele deu as boas vindas à todos os participantes e falou sobre curiosidades acerca do mosquito Aedes aegypti.

O evento também contou com a presença do prefeito, professor Silas Costa Pereira. Em sua fala, ele destacou a importância da união de forças na luta contra o mosquito.

O encontro ainda reuniu vários profissionais da área de Saúde de Lavras e região. Flávia Maria David, chefe da Vigilância em Saúde, apresentou toda a estrutura do setor e destacou que a Prefeitura segue incansável nas ações de combate ao Aedes aegypti no município. “Disponibilizaremos um agente de endemias, que está em fase de treinamento, para atuar com o drone, a partir de janeiro de 2016. O aparelho facilitará a fiscalização de situações irregulares que podem se tornar focos de mosquito da dengue, como caixas d’água destampadas, entre outras. Destaco também a aprovação do projeto de Lei, que vai reestruturar o Programa Municipal de Combate e Prevenção à Dengue e Doenças Endêmicas”- explicou Flávia.

Também marcou presença no evento Maria Cristina Borges, referência técnica e representante da Superintendência Regional de Saúde de Varginha. “Lavras tem uma das melhores Vigilâncias em Saúde da região e ficou muito feliz com as iniciativas que a cidade está tomando no combate ao mosquito e às endemias” – elogiou Maria Cristina.

Estiveram presentes ainda Hernani Martins, chefe da Vigilância em Promoção e Situação da Saúde, Richardson Carvalho, chefe da Vigilância Epidemiológica, além de Diego Ramos e Lilian Gaudêncio, educadores da Vigilância em Promoção e Situação da Saúde. Cerca de 250 pessoas compareceram ao encontro, que ficará marcado na história de Lavras.  “O encontro correspondeu às nossas expectativas, com forte participação da sociedade em geral. Foi um trabalho de conscientização, um chamado para a população e autoridades colaborarem com esta luta”- concluiu Flávia David, chefe da Vigilância em Saúde.

Veja também