“Ciclone Bomba” chega com ventos a Minas Gerais

01/07/2020

 

O “ciclone bomba” que provocou muitos estragos no Sul do Brasil terá desdobramentos em Minas Gerais. Mas nada que assuste. Ventos, mas sem chuva. Previsão de rajadas de 50 a 70 km por hora na faixa Centro-Sul aqui do Estado, pegando também a Zona da Mata. Mas nada comparado ao que aconteceu em Santa Catarina na terça-feira (30).

O ciclone, que é uma “área de baixa pressão atmosférica”, que joga o ar de baixo pra cima e forma as nuvens de chuva, também formando frentes frias. Em Minas, ele não vai provocar chuva forte, mas vai trazer bastante vento.

Julho começa nesta quarta-feira (1) e, historicamente, é o mês mais seco e frio em Minas. Neste ano deve ser ainda mais frio que o normal. Mas não será tão rigoroso. Nos próximos meses, as temperaturas voltam a subir, mas julho deve ser o mês mais frio do inverno.

Há previsão da passagem de três frentes frias pelo Estado, a primeira chega nesta quinta (2).

Não há previsão de chuva para esta quarta-feira (1), mas muita nebulosidade. Se chuviscar em alguns pontos é por causa da alta umidade. O dia vai ser nublado na faixa que pega a Zona da Mata, Leste e Nordeste de Minas. E parcialmente nublada nas demais regiões de Minas.

Fonte: G1