Chuva de granizo e ventos fortes também causam danos no câmpus da UFLA

Publicado em 26/08/2015

Uma chuva de granizo e ventos fortes causaram transtornos em Lavras (MG) na tarde desta terça-feira (25/8). A chuva foi registrada pela estação meteorológica automática da empresa Hidrofoco, localizada na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Universidade Federal de Lavras (Inbatec/UFLA).

Segundo o professor Luiz Lima, do Departamento de Engenharia (DEG/UFLA), a chuva teve início as 15h45 e terminou as 16h30, com duração aproximada de 45 minutos.  Foram registrados neste período 36 mm de chuva muito intensa.  Entre 16h15 e 16h20 a intensidade atingiu 130 mm/h, considerada como chuva muito intensa e capaz de causar danos à vegetação, ao solo (erosão) e também em construções se for associada a ventos fortes.  Durante o momento mais intenso da chuva, a velocidade do vento atingiu 58 km/h. Antes da chuva, a temperatura do ar estava em  24,5 graus Celsius e caiu para 16,5 graus com a chuva.

De acordo com o prefeito do câmpus da UFLA, professor Jackson Antônio Barbosa, a chuva de granizo e os ventos fortes também afetaram a universidade. Houve a queda de árvores e muita sujeira nos 100 mil m2 de pavimentação do câmpus. Foram registrados danos em telhados e janelas, causando inundações em diversas estruturas, por exemplo, no Almoxarifado e no Pavilhão de Aulas 5, inclusive com perda de computadores. Também foram registrados danos nos bicicletários, alagamento nas quadras do Alojamento Estudantil, entre outros.

Ainda de acordo com o prefeito do câmpus, a equipe da UFLA já está trabalhando para sanar todos os problemas. A programação da Semana de Ciência, Cultura e Arte, que celebra 107 anos da Instituição, no período de 28/8 a 6/9, permanece inalterada. A troca de ingressos para os shows continua sendo realizada normalmente.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Lavras, a cidade ainda contabiliza os danos. Houve queda de árvores, destelhamento de casas e alagamento em residências. Alguns bairros também ficaram sem energia elétrica.

Clique na primeira foto e siga a seta para abrir as demais em tamanho expandido.

Veja também