Casos de dengue voltam a subir em Lavras

Publicado em 08/04/2015
Dengue1
BALANÇO DA DENGUE – 06/04/2015
 
 
Fumacê costal pulveriza seis bairros esta semana; bomba motorizada é utilizada em grandes espaços
 
A programação de pulverização do fumacê costal nesta semana irá contemplar seis bairros da cidade, sempre a partir das 17h. Nesta 2a feira (06/04), 12 agentes visitam os bairros Padre Dehon e Jardim São Paulo. Na terça (07), é a vez do bairro Joaquim Sales. Na 4a feira (08), o trabalho será realizado no São Vicente. Na 5a feira (09), serão pulverizadas residências do Novo Horizonte, e na 6a feira, o Cruzeiro do Sul. O fumacê costal é manejado por um agente de endemias, que transporta o inseticida em um recipiente nas costas. É de grande eficácia, pois o inseticida é aplicado diretamente nas residências e quintais. 
 
Uma nova forma de pulverização do inseticida contra o mosquito Aedes aegypti está sendo utilizada desde o dia 23/03. É a bomba motorizada costal, que é utilizada em pontos estratégicos (grandes espaços). Trata-se de um produto mais potente, apropriado para aplicação em áreas maiores, como ferros-velhos, cemitérios e borracharias. O novo procedimento, implementado pela Secretaria Municipal de Saúde, será realizado quinzenalmente no município, em 54 pontos focais e bairros que tenham maior número de notificações de casos suspeitos.
 
Equipe da Vigilância em Saúde participa de capacitação
 
A equipe da Vigilância em Saúde, departamento da Secretaria Municipal de Saúde, participará de uma capacitação para definir novas estratégias de enfrentamento à dengue no município. O encontro será realizado nesta quarta-feira (08/04), no período da manhã, na sede da Superintendência Regional de Saúde de Varginha. A programação conta com debates e oficinas sobre o tema.
 
Pacientes recebem orientações sobre a dengue na URPA
 
A equipe da Vigilância em Saúde distribuiu panfletos e orientou o público na Unidade Regional de Pronto Atendimento (URPA) nos dias 30 e 31 de março, sobre as medidas para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. A panfletagem foi feita na recepção, nos corredores e nas salas de internação para funcionários e usuários da unidade. A blitz educativa contra a dengue também aconteceu no centro da cidade, no semáforo próximo à Igreja do Rosário. 
 
Comitê define novas ações e estratégias a cada semana;  mutirões seguem cronograma até 9 de junho
 
O Comitê contra a Dengue, Chikungunya e Leishmaniose se reúne toda 6ª feira no auditório da Prefeitura para programar as próximas ações de combate à doença. Os mutirões seguem o cronograma semanal nos bairros, com visitas dos agentes de endemias às residências – quando recolhem entulhos e orientam moradores quanto às ações necessárias no combate ao mosquito. Até 9 de junho, mais sete bairros serão visitados.
 
Até segunda-feira (06/04), dia em que são consolidados os números da semana anterior, o município registra 2.080notificações e 555 casos confirmados de dengue. Os bairros com maior número de notificações até o momento são Cohab, Nossa Senhora de Lourdes e Lavrinhas.
 
A Prefeitura reafirma a importância de que seja feita com frequência, por toda a população, uma minuciosa verificação de locais com acúmulo de água nos domicílios e suas áreas comuns, como quintais e jardins. O ovo do mosquito transmissor resiste por mais de um ano e, caso haja nova presença de água, o ciclo evolutivo é retomado.

 

Veja também