Auxílio emergencial será prorrogado com parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

25/06/2020
Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25) que o auxílio emergencial será prorrogado por mais três meses. O anúncio foi feito em live do presidente em rede social. O benefício deve ter parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, totalizando R$ 1.200.

O ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) já havia afirmado nesta quinta que a extensão do auxílio teria parcela nesses valores.

A informação foi publicada pelo ministro em uma rede social, mas foi apagada pouco depois.

A prorrogação tem o apoio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que no último fim de semana publicou nas suas redes sociais tuíte com um recado duro ao governo. “O governo não pode esperar mais para prorrogar o auxílio. A ajuda é urgente e é agora”, cobrou Maia, que enfatizou que a sua posição é acompanhada pela maioria dos deputados. Maia defendeu, no entanto, a prorrogação por mais dois ou três meses no valor de R$ 600, ao contrário de Guedes que quer reduzir o valor à metade das próximas parcelas. A despesa mensal do auxílio está em R$ 51,5 bilhões.