Assinatura de TAC garante atividades de aviário suspenso por infestação de moscas

11/09/2019
Supram pede suspensão de atividades de aviário que estaria causando infestação de moscas em Nepomuceno — Foto: Reprodução EPTV.

 

 

O Aviário Santo Antônio, que corria risco de ser fechado devido ao acúmulo de moscas em Nepomuceno (MG), vai continuar a operar na cidade. Um Termo de Ajustamento de Conduta foi assinado entre a empresa, a Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram) e a Promotoria de Justiça nesta terça-feira (10).

O aviário vai poder continuar as atividades desde que cumpra as regras do acordo. Os galpões terão a partir de agora esteiras para retirar o esterco, a empresa terá que entregar relatórios sobre as mudanças e fazer reuniões públicas a cada três multas.

As multas continuam se a empresa descumprir o que foi determinado e uma nova suspensão não está descartada. A empresa não se manifestou sobre o acordo.

Suspensão de atividades

No início de agosto, a Supram pediu a suspensão das atividades do aviário devido à infestação de moscas na cidade. Na época, foi dito que as atividades deveriam ser suspensas em um prazo de seis meses.

Segundo a Supram, várias fiscalizações foram feitas em todos os aviários da cidade e foi constatado que o problema vinha do Aviário Santo Antônio.

Várias recomendações teriam sido feitas para controlar as moscas, mas o Núcleo de Controle Ambiental constatou que foram descumpridas ações do processo de licenciamento. Essas ações foram preventivas, mas como nada foi resolvido, foi preciso tomar a medida.

Fonte: G1

Você também pode gostar