Aplicativo desenvolvido na UFLA para defesa de animais selvagens tem campanha para captação de

Publicado em 03/12/2015

No Brasil mais de 475 milhões de animais são atropelados anualmente, o que significa que ao ler essa frase mais 75 morreram devido este problema. Apesar deste número bem expressivo e as organizações têm dificuldades de identificar onde estão os pontos críticos e quais as espécies mais afetadas. Isso é inaceitável, tem que acabar!

Por esse motivo, a equipe do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas da Universidade Federal de Lavras (CBEE – UFLA), que desenvolveu o Sistema Urubu – aplicativo para tornar o usuário um protagonista da conservação da natureza – inova mais uma vez ao colocar o projeto em uma plataforma Crowdfunding. Ou seja, agora, qualquer pessoa ou empresa poderá ajudar no financiamento do projeto, de forma coletiva. Para quem não conhece o termo, crowdfundingna tradução bruta significa “financiamento da multidão”.

Confira as formas de participar. O sistema Urubu está na plataforma Kickante

Para os doadores, uma oportunidade de ajudar um projeto de interesse e ainda receber benefícios. Pode ser apenas um agradecimento digital, um livro, participação em congresso ou até mesmo um projeto conjunto no caso de empresa.

O objetivo é captar 40 mil e para isso o projeto precisa ser muito divulgado. Compartilhe e participe dessa campanha.

titinha-urubuParticipar é muito fácil. São dois passos:

  1. Escolha o valor da sua contribuição e sua recompensa;
  2. Escolha a forma de pagamento, boleto ou cartão de crédito (parcele em até 6x com parcela mínima de R$ 25).

Os acidentes de trânsito, além de botar em risco a nossa biodiversidade, afetam muitas pessoas e podem gerar mortes. O Sistema Urubu foi criado com o intuito de monitorar esses acidentes. É simples: a pessoa vê um animal atropelado, tira uma foto pelo aplicativo e envia diretamente para o (CBEE).

O sistema é pioneiro no mundo e faz parte de uma nova geração de ações conservacionistas, conhecida como citizen science. Cada pessoa, tendo este aplicativo em mãos tem o poder de fazer a diferença. Quanto mais pessoas para “urubuzar”, mais exatos são os dados e as medidas que podem ser tomadas. Assim cria-se uma rede em que as atividades têm um impacto real na proteção dos animais silvestres.

Veja as principais espécies ameaçadas de extinção atropeladas nas nossas estradas!!!

Veja também