Ambulantes continuam a atuar em Lavras

23/05/2016

Mesmo com a promessa da Assessoria Especial de Desenvolvimento Econômico, órgão municipal responsável pela fiscalização do setor de fiscalização da Indústria e Comércio do Município, os ambulantes continuam a atuar na região central de Lavras.

A reportagem do Lavras 24 Horas flagrou nas últimas semanas a presença de vendedores de frutas, DVD’s, medicamentos de ervas naturais e objetos como tapetes e quadros nas ruas da cidade.

Comerciantes locais tem questionado a ineficácia dos serviços de fiscalização municipais nas ruas da cidade, onde até mesmo móveis coloniais costumam ser vendidos em praças nos finais de semana. Alguns deles chegaram a pedir providencias a vereadores da cidade nos últimos meses.

Moradores da cidade também questionam a presença dos vendedores nas calçadas do município, em vista do pouco para o tráfego de pessoas, bem como a falta de manutenção de muitas calçadas, que apresentam riscos para os pedestres.

4fb1391f-aed6-4817-8ee6-5dd72b5837a7

Baseada no Código de Posturas do Município, a Prefeitura Municipal de Lavras alega que, no caso dos comerciantes de frutas, estes podem atuar em qualquer ponto da cidade, contanto que possuam um alvará de funcionamento. A fiscalização, contudo, permitiria a regulamentação da situação dos mesmos em vista a evitar a ação de atravessadores, que prejudicariam outros comerciantes do setor.

Outro motivo de reclamação de alguns moradores é a alta concentração de artesão ou hippies em frente as portas dos bancos da cidade. A Prefeitura alega que eles estão amparados pela Constituição Federal, podendo atuar em qualquer local público da cidade. No entanto, muitos comerciantes defendem a criação de um espaço voltado exclusivamente para eles a fim de melhorar o fluxo de pedestres nas ruas do centro comercial da cidade.