Alistamento será obrigatório para 2 mi de jovens em 2016

Publicado em 25/12/2015
Imagem ilustrativa - Portal Brasil

O Ministério da Defesa estima em 2 milhões o número de jovens que farão o alistamento militar obrigatório em 2016. O registro é compulsório para todos os homens que completam 18 anos no próximo ano, conforme previsto na Constituição Federal. A estimativa é que 100 mil deles sejam incorporados para o serviço militar nas Forças Armadas (Aeronáutica, Exército e Marinha).

O período de realização do alistamento vai de 1º de janeiro a 30 de junho na Junta de Serviço Militar administrada pela prefeitura de cada cidade.

É preciso levar os seguintes documentos para fazer o alistamento:

– certidão de nascimento ou documento de identidade. No caso de brasileiro naturalizado ou por opção, a prova de naturalização ou certidão do termo de opção.

– comprovante de residência ou declaração firmada pelo alistando ou por procurador bastante;

– 01 (uma) fotografia 3×4 (recente, de frente e sem retoques).

– Conforme a Lei 12.037, de 1º de outubro de 2009 podem ser aceitos como documento de identidade (todos dentro de sua validade):

carteira de identidade;

carteira de trabalho;

carteira profissional;

passaporte;

carteira de identificação funcional;

outro documento público que permita a identificação do alistado.

O alistamento é importante para a obtenção de documentos como passaporte e carteira profissional de trabalho. Sem o Certificado de Alistamento Militar (CAM) não é possível também se inscrever em uma universidade ou mesmo assumir uma vaga no serviço público, por exemplo.

 

* Portal Brasil

Veja também