UPA realiza campanha no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

13/06/2018

Neste 15 de junho, Dia Mundial de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, a equipe da UPA – Unidade de Pronto Atendimento, da Secretaria Municipal de Saúde, quer reforçar a necessidade de que toda a população saiba da importância do papel de todos nós na defesa do direito e respeito às pessoas com mais de 60 anos.

A UPA sente-se responsável a estimular toda a sociedade lavrense a uma consciência social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e simultaneamente disseminar a idéia de não aceitá-la como normal.

A Constituição Federal e o Estatuto da Pessoa Idosa estabelecem que seja atribuição de todos atuarem para que os direitos dos idosos sejam respeitados na sua plenitude. Para sua efetivação, é necessário que todos fiscalizem e denunciem.

A população idosa tem sofrido em demasia com a negligência, mas esta não é a única forma de violência que eles têm sofrido. Dentre elas destaca-se lesão corporal e maus tratos, tortura, abuso de autoridade, abandono e omissão de socorro, crimes contra a dignidade sexual e contra a vida, além dos crimes previstos no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03), como apropriação de bens e valores, retenção de cartão magnético, veiculação de informações e imagens depreciativas e coação para outorga de procuração.

Ao constatar atos que possam ser caracterizados como um desrespeito aos direitos estabelecidos por Lei ao idoso, não negligencie este fato e denuncie.

As denúncias podem ser feitas todos os dias junto à Autoridade Policial, ao CRAS de seu bairro, ao CREAS, à Secretaria de Desenvolvimento Social, ao Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e ao Ministério Público.

Muitas vezes, os maus-tratos são praticados pelos próprios familiares, desconfie de contusões, hematomas, queimaduras, fraturas, descuido com a higiene, desidratação e desnutrição, e denuncie

A UPA conclama a todos para a importância da notificação dos casos suspeitos ou confirmados de violência contra a pessoa idosa. Afinal, a notificação significa um ato de cuidado e pode poupar um idoso de mais sofrimento. Não notificar ou não denunciar é omissão de responsabilidade.

*Assessoria de Comunicação – Governo Municipal de Lavras