UFLA fortalece atuação no agronegócio com a criação de novo departamento

11/09/2018

 

 

Na última quinta-feira (29/8), foi realizada, no Salão dos Conselhos da Reitoria da Universidade Federal de Lavras (UFLA), a primeira assembleia do Departamento de Gestão Agroindustrial (DGA), criado pela resolução do Conselho Universitário (CUNI) nº 042, de 3 de julho de 2018. Na ocasião, além dos professores e do técnico administrativo que integram o departamento, estiveram presentes o reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo; a vice-reitora, professora Édila Vilela de Resende Von Pinho; o chefe do Departamento de Agricultura (DAG), professor Rubens José Guimarães; e a coordenadora do curso de Agronomia e subchefe do DAG, professora Flávia Botelho.

Scolforo abriu a sessão falando da expectativa para com o desempenho do DGA e a sua contribuição para a UFLA, destacando a atuação conjunta com outros departamentos da universidade para o desenvolvimento de projetos cooperativos de pesquisa e extensão no agronegócio. Além disso, ele citou a necessidade de ampliar o elenco das disciplinas de graduação ofertadas aos cursos de Ciências Agrárias ligadas às áreas de gestão, economia, inovação e empreendedorismo e, em um futuro próximo, a oferta de novos cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado).

Após a fala do reitor, foi iniciado o processo de eleição para a escolha do chefe e subchefe do DGA. De forma unânime, foi sugerida e apoiada por todos os membros da Assembleia a escolha dos professores Renato Elias Fontes (chefia) e Antônio Carlos dos Santos (subchefia) para o período de 2018 a 2020.

O Departamento

A criação do departamento se dá com base no entendimento técnico e científico de que o agronegócio é a união de várias empresas, organizações, atores e agentes econômicos, que vão desde os fornecedores de insumos e serviços, passando pela produção agropecuária em si e pelas indústrias de transformação e agregação de valor, chegando até o consumidor final. Não importa se o empreendimento é de natureza pública ou privada, familiar ou empresarial, de baixo ou grande volume, destinado à subsistência ou ao lucro econômico, pois todos devem ser entendidos e gerenciados como agronegócio.

Segundo Renato Fontes, é notória a importância do agronegócio como gerador de renda, impostos, empregos e sustentabilidade social, garantindo o fornecimento contínuo de alimentos e tornando o país competitivo no mercado internacional. “Por isso, entendemos como premente a criação do DGA para atender a uma expressiva demanda da comunidade acadêmica da UFLA”.

“Temos também o propósito, no decorrer do tempo, de criar o Laboratório de Gestão de Negócios Rurais (LALGER), visando ampliar a estrutura de apoio às atividades acadêmicas, assim como o Instituto de Pesquisa e Extensão em Agronegócio (IPE-Agro), disponibilizando espaço para ações conjuntas de entidades públicas e privadas em prol do fortalecimento do setor”, completou Fontes.

Em caráter temporário, o DGA está localizado nas dependências do DAG e há previsão de que, já no próximo ano, migre para sede própria. Mais informações sobre o DGA podem ser obtidas pelo telefone (35) 3829-1301 ou pelo e-mail secretariadga@dga.ufla.br.

Texto: Assessoria de Comunicação da InovaCafé

Você também pode gostar