Teto da área de embarque do Aeroporto de Lavras oferece risco a usuários

5 de dezembro de 2017

 

Com investimento de R$ 10,3 milhões por parte do Governo do Estado, sendo considerada uma das obras mais modernas do Estado na época, o Aeroporto Regional de Lavras, no Sul de Minas, teve a sua reforma inaugurada em meados de março de 2010.

O aeródromo ganhou uma pista de 1,5 mil metros para receber aeronaves de até 52 lugares. Além da pista para pouso e decolagem, há um moderno setor contra incêndio, balizamento noturno, terminal de passageiros, área administrativa, área de controle de voo, estacionamento para aeronaves e o taxiway.

Embora não conte mais com a linha aérea regular do programa Voe Minas Gerais, o aeroporto é amplamente utilizado por empresários locais e da região e visitantes e artistas que vem fazer shows  na cidade ou em cidades próximas.

Sem receber manutenção e atenção por parte da prefeitura municipal, os passageiros e tripulantes que passam pelo terminal de passageiros muitas vezes nem percebem o risco ao transitarem por aquele local.

Relegado a ação do tempo, o forro do teto do terminal de embarque e desembarque ameaça desabar a qualquer momento, sem que nenhuma providência seja tomada. O local que é um dos cartões de visita e uma das portas de entrada da cidade sofre com o descaso e o abandono por parte da prefeitura local.

 

Fonte: O Corvo Veloz