Projeto Social de paisagismo muda rotina de moradores na Comunidade Eterna Misericórdia

29/10/2018

O Instituto de Acolhimento e Recuperação Eterna Misericórdia (IAREM) de Lavras, localizado no Conjunto Habitacional João da Cruz Botrel, contou com a reforma de seu jardim em um dia social com atividades dinâmicas realizadas pelo “Projeto Florescer”, semestre passado. Os responsáveis por sua elaboração e execução foram os membros trainees da Floresta Jr.

A Floresta Jr. é uma empresa de consultoria florestal, localizada na Universidade Federal de Lavras, formada e gerida por estudantes de engenharia florestal e apoiada pelos professores para a realização de projetos. Além de prezar pela qualidade dos serviços, a empresa acredita que a responsabilidade social é um valor que todas as empresas precisam ter, pois é uma forma de retribuir o acolhimento e confiança que a sociedade tem nestas organizações. Por este motivo, a Floresta Jr. é responsável por outras atividades socioambientais, como a recuperação de área degradada na Comunidade habitacional de Lavras (COHAB).

O PROJETO

O “Projeto Florescer” teve a missão de implantar um jardim na Comunidade Eterna Misericórdia a fim de melhorar a qualidade de vida dos moradores, atualmente em situação de exclusão social, por meio da interação direta com a natureza. Além de plantas e flores, o projeto contemplou a pintura de bancos e mesas já encontrados no local, criando um ambiente agradável para descanso e outras formas de distração.

Para que o evento fosse bem sucedido em todas suas etapas, a equipe contou com a orientação do Professor Doutor Silvério José Coelho, especialista em paisagismo e jardinagem pela UFLA, participação dos membros da empresa e também com a ajuda dos moradores que se voluntariaram a ajudar.

Fora esta atividade, a equipe também organizou gincanas e jogos para que o projeto fosse dinâmico para todos. Este dia teve a participação de, aproximadamente, 50 pessoas da casa. “Ver no sorriso de cada um dos moradores a felicidade de ter pessoas que se importam com eles, vou ser sempre grata a cada um pelo que me ensinaram: ter mais paixão, solidariedade, empatia pelos outros ao meu redor”, conta Fernanda, uma das organizadoras do evento.

O encerramento contou com a união de todos para almoçar e distribuição de lembrancinhas para os moradores. Bruno Nogueira, um dos jovens fundadores da casa, relatou que a importância da Floresta Jr. permitiu o revivamento do ambiente de entrada, além de agregar aos moradores o conhecimento de como continuar cuidando do jardim. Além disso, conta que é interessante a troca entre estudantes da academia com os acolhidos em recuperação. “Vocês trazem vida junto com as plantas e esperança para os acolhidos e pra nossa casa”, finalizou Bruno.

PARCERIAS

O Projeto foi bem sucedido porque contou com o apoio financeiro de ANI Sistemas, Moderna Florestal, S&D Madeiras, Lavras Laser, Modelle e Projeto Up Floresta.

Você também pode gostar