Problemas com algum medicamento? Confira as dicas da Anvisa e saiba o que fazer

8 de setembro de 2017
Em casos de reações adversas, pacientes devem procurar um médico e registrar reclamação na Anvisa Arquivo/Agência Brasil

Eles curam doenças e aliviam sintomas, mas sem os devidos cuidados os medicamentos podem causar problemas como reações adversas ou mesmo não gerar efeito algum. Nessas situações, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) orienta o paciente a entrar em contato com o órgão e relatar o problema.

O atendimento é feito pelo telefone 0800 642 9782 ou pelo portal da agência. É preciso ter em mãos a embalagem do medicamento para informar o nome do produto, a marca, o nome do fabricante, entre outros dados (como data de fabricação e validade).

O fato de a medicação não gerar o efeito desejado pode estar relacionado a fatores que vão desde a falha no diagnóstico, ainda no consultório médico, ao transporte e armazenamento inadequados do produto. Wagner Martins, farmacêutico especialista em gestão da assistência farmacêutica do Sistema Único de Saúde (SUS) e membro da Comissão Assessora de Legislação do Conselho Federal de Farmácia (CFF), destaca que uma forma de evitar esses transtornos é sempre buscar farmácias que mantenham um farmacêutico à disposição do paciente.

“Sempre adquira seus medicamentos em farmácias e drogarias licenciadas, exija a presença do farmacêutico para tirar suas dúvidas. Nesses estabelecimentos, o farmacêutico faz seleção de fornecedores, de produtos legais e originais e orienta os pacientes sobre como usar medicamentos prescritos”, diz.

Ao sentir efeitos estranhos, o paciente deve conferir a bula, especialmente nas seguintes seções: “Quando não devo usar este medicamento?”, “O que devo saber antes de usar este medicamento?” e “Quais os males que este medicamento pode me causar?”.

Em casos em que o medicamento sempre foi usado, mas agora não faz mais efeito, Wagner explica que isso pode ocorrer devido à interação com outra medicação. “Um pode interferir no outro, intensificando ou amenizando o efeito esperado”, explica. Já em relação aos antibióticos, é comum isso ocorrer quando o tratamento não é concluído e o microrganismo cria uma resistência ao tratamento. Por isso, o farmacêutico ressalta que é importante usar os remédios no prazo estipulado.

Além dessas situações, alguns lotes de remédios podem ter problemas de qualidade. Nessa, e em qualquer uma das outras situações, o paciente pode procurar um farmacêutico para que ele verifique a situação e faça o encaminhamento para o médico, se necessário.

Fonte: Portal Brasil