Lavras,
02/08/2014 01:29
8, junho 2012 - 10:23:25

Polícia recupera veículos roubados, apreende drogase e prende 4 em Lavras

No dia 22/05/12, dois investigadores da Delegacia Regional da Policia Civil/Lavras,  transitavam pela rua Rui Barbosa, centro , quando um deles reconheceu o motorista de um Ford/Ecosport, preto, placa de São Paulo, como sendo um indivíduo que ele o  havia prendido, há muitos anos, na posse de dois veículos roubados.

Os investigadores, então, resolveram abordar tal motorista, cujo nome é Denílson Josias Realino de Souza, 35 anos, morador no bairro Vila Murad, e conduzi-lo até a delegacia, para vistoria detalhada do veículo. Logo a suspeita se confirmou, sendo constatado que o veículo havia sido tomado de assalto, no ano de 2010, na cidade do Rio de Janeiro. O Denílson negou qualquer participação no roubo, mas foi autuado em flagrante pelo crime de receptação e uso de documento falso,  vez que o CRLV era falso, com dados de um veículo idêntico, registrado em SP.

Acontece que as investigações não pararam por aí, e os policiais descobriram que o irmão do Denílson, de nome Igor Diego Realino de Souza também estava com um veículo roubado, um Toyota/Corola, roubado em Goiânia/GO, em fevereiro deste ano. Quando os investigadores chegaram até o Igor ele já havia vendido o veículo para o senhor Marcos Alessandro de Andrade,  31 anos, proprietário da “ Boite Sonho Meu”, situada na BR 265, próximo ao trevo de Ribeirão Vermelho. No dia 31/05/12 os policiais encontraram o Marcos, lá na boate, na posse do veículo, e o prenderam pelos mesmos crimes, ou seja, receptação e uso de documento falso. Os policiais tinham suspeitas de que na boate também se vendia drogas, e no dia seguinte, 01/06/12, os investigadores retornaram àquele local e localizaram crack, maconha, e cocaína, além de uma balança de precisão e um revólver, enterrados atrás da boate.

O gerente da boate, Carlos Antônio Viana, 43 anos, confessou que foi ele quem enterrou todo esse material, e , portanto, foi preso por associação ao tráfico de drogas. O Marcos, proprietário da boate, que já estava preso, vai ser indiciado por mais os crimes de tráfico e posse de arma de fogo. ma de fogo.

Fonte: Dr. Cléber Pevidor/ Blog Polícia e Cidadania