Polícia confirma envolvimento dos irmãos “Garagem” em crimes

13/05/2008

O delegado regional de Polícia Civil de Lavras, Dr. Cleber Pevidor, afirmou ontem, que a dupla conhecida como irmãos “Garagem”, Ilson Pereira Alvarenga e Fernando Alvarenga, fugitivos do presídio de Lavras que foram recapturados na semana passada, estão realmente envolvidos com crimes praticados na cidade e no município de Itutinga.
Dr. Cleber Pevidor afirmou que a dupla foi responsável pelo roubo a mão armada de uma motocicleta, modelo Yamanha YBR 125, placa HBC 5851, no último dia 3 deste mês. O crime, que teve a participação de mais um comparsa ainda não identificado, ocorreu numa rua do bairro Serra Azul, em Lavras, quando os três meliantes armados com facas, renderam a condutora do veículo, roubaram R$ 100 em dinheiro e fugiram em seguida.
Em Itutinga, ele se envolveram com outro roubo a mão armada no último dia 5. Desta vez, armados com facas, eles renderam os proprietários de um bar, roubando uma carteira com documentos pessoais e R$ 15 em dinheiro, fugindo numa motocicleta com as mesmas características daquela roubada em Lavras.
A referida moto, modelo Yamanha YBR 125, placa HBC 5851, foi encontrada pelos policiais no recanto Capivari, zona rural de Itumirim, comprovando também o envolvimento deles no roubo ao veículo.
Segundo Dr. Cleber Pevidor, as vítimas reconheceram os fugitivos como sendo os autores dos crimes e que as mesmas já prestaram depoimentos à polícia.
Ele informou que já foram instaurados Inquéritos Policiais para a comprovação dos roubos citados e a Justiça já decretou a prisão preventiva dos mesmos. Os irmãos “Garagem” poderão ser condenados a até 10 anos de prisão por cada roubo.
Quanto a possível participação da dupla no roubo à mão armada ocorrido no escritório da Construtora Cherem, na semana passada, o delegado afirmou não “haver provas concretas” sobre o fato. Ele disse que já determinou para o delegado Dr. Matusalém da Silva Machado, responsável pela área de Crimes e Roubos da 30ª Delegacia de Polícia Civil, para não descartar está hipótese e continuar a investigar a dupla.

Você também pode gostar