Morre em São Paulo o empresário Abrahan Kasinski aos 94 anos

09/02/2012

 

 

Morreu na manhã de hoje (9) o empresário Abrahan Kasinski, 94 anos. Ele estava na cidade de São Paulo. As causas da morte ainda não foram divulgadas. Ele era fundador da fundação que leva o seu nome.

 

O empresário foi responsável pela vinda da Cofap para Lavras na década de 80 e também pela criação do Parque Quedas do Rio Bonito, subordinado à Fundação Abrahan Kasinski.

 

 O velório acontece hoje no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele será sepultado no cemitério Israelita Butantã amanhã, a partir das 8h.

 

Trajetória

 

Abraham Kasinski (São Paulo, 11 de julho de 1917), é um empresário brasileiro. Depois de fundar e presidir durante quatro décadas a Cofap, maior indústria de autopeças brasileira, vendeu suas ações da empresa em 1997 por US$ 25 milhões. Comprou uma fábrica na zona franca de Manaus, passou a produzir motocicletas e emprestou o sobrenome para dar credibilidade aos veículos de duas rodas.

 

 

Kasinski é o caçula de quatro filhos de um casal de imigrantes russos. Criado na loja de autopeças do pai – que ele garante ter sido a primeira do Brasil -, o empresário “aumentou” a idade em dois anos para poder cursar a faculdade de Economia. “A carteirinha também servia para ver filme proibido para menores.” Em 1951, ele pressentiu que a empresa estava com os dias contados se continuasse dependendo de produtos importados. Convenceu um dos irmãos – o pai já falecera – a investir numa fábrica e com ele criou a Cofap. “Ninguém queria comprar peça nacional. Corri o Brasil, cidade por cidade, para catequizar os mecânicos”, lembra. No início dos anos 90, a Cofap chegou a empregar 18 mil trabalhadores e exportar para 97 países, com faturamento anual de US$ 1 bilhão.

 

 

Você também pode gostar