Lavras registrou 39 novos casos de pessoas infectadas com HIV em 2016

1 de dezembro de 2016

 

 

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) para portadores de HIV, Hepatites (C e D) e Sífilis da Secretaria de Saúde de Lavras promove nessa quinta-feira, 1 º, uma série de ações em prol do Dia Mundial de Luta Contra a Aids.  O tema da campanha deste ano é “AIDS, o Maior Perigo é Não Saber”.

Segundo o CTA, Lavras conta hoje com 234 pessoas portadoras do HIV que passam por acompanhamento e tratamento da doença. Somente este ano, 39 novos casos foram registrados no munícipio, sendo 4 óbitos, 9 abandonos e 11 transferências.

O centro é responsável pelo tratamento de 202 pessoas que consomem o coquetel de medicamentos, os chamados retrovirais. Desse total, 126 são homens, e 76 mulheres. Oito pessoas (quatro mulheres, quatro homens) são apenas portadoras do HIV, sem a manifestação da doença, e são acompanhados pela equipe. Estima-se que no Brasil 830 convivem com a doença, sendo que 44 mil são de novas infecções.

De acordo com a enfermeira Maria Vitória Alves Pinheiro, coordenadora do CAT, este ano a campanha de combate à doença ficará concentrada nos Postos de Saúde da Família (PSF’s), que farão a distribuição de 14 mil preservativos masculinos e 800 femininos. Vitória ressaltou a importância do diagnostico precoce da doença, o diminui as chances de contágio da pessoa e melhora a qualidade de vida dos portadores.

Unidade

Inaugurado em julho do ano passada pela Secretária Municipal de Saúde, o CTA passou a oferecer o teste de forma rápida, segura e eficiente. O órgão funciona na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – avenida Ernesto Matiolli, 885, zona sul da cidade.

O paciente que passa pelo teste é acompanhado por uma equipe composta por enfermeiras, psicólogas e assistentes sociais antes e depois do procedimento. O resultado é divulgado em 20 minutos. O serviço é gratuito e funciona mediante agendamento, que pode ser feito no local ou através do telefone 3821-5177.