Estradas mineiras têm ao menos 32 mortes no feriado

02/03/2017
Num dos desastres no estado, carreta invadiu a contramão em Araguari e atingiu um carro: o motorista escapou, mas ficou gravemente ferido (foto: CBBM/DIVULGAÇÃO))

Os motoristas ainda devem ter paciência no retorno do carnaval nas estradas mineiras. O trânsito ainda é lento na BR-381, entre Belo Horizonte e o Espírito Santo. As operações da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) continuam até o fim da noite desta quarta-feira. Levantamento do Estado de Minas mostra que já são ao menos 32 pessoas mortas em acidentes desde a última sexta-feira.

A velocidade incompatível com a via e o cansaço de um motorista são as principais hipóteses para um acidente que matou um casal na madrugada desta quarta-feira na MGC-369, na Zona Rural de Boa Esperança, na Região Sul de Minas Gerais. Um carro seguia pela rodovia quando, após uma curva, bateu na mureta de proteção de uma ponte.

O acidente ocorreu por volta das 3h30. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os médicos constataram o óbito dos ocupantes ainda no local. “Uma das suposições é que o motorista tenha dormido ao volante. Também há indícios no local que demonstra que o veículo estava em alta velocidade. Mas somente perícia pode constatar o que causou o acidente”, afirma o sargento Elisson Mendonça, da PMRv. Os corpos do motorista, de 40 anos, e da passageira, de 22, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Varginha.

Outro acidente ocorreu na noite de terça-feira. Um homem, ainda não identificado, morreu depois de ser atingido por um ônibus na MG-050, em Itaúna, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. O motorista contou aos militares que passava pelo km 97 quando se deparou com o andarilho no meio da estrada. Ele disse que tentou desviar, mas não conseguiu.

A vítima não pôde ser identificada pelos policiais, pois estava sem documentos. O Samu foi acionado e os médicos constataram o óbito no local. O acidente foi na pista que liga Belo Horizonte a Divinópolis.

O levantamento feito pelo Estado de Minas mostra que o carnaval foi violento nas estradas mineiras. O número de mortos já se aproxima dos dados do ano passado durante a folia. Em 2016, 34 pessoas perderam a vida em acidentes. Do total, 21 óbitos foram em rodovias estaduais e outros 13 nas estradas federais. Das 32 mortes deste ano, 18 foram em rodovias federais e o restante nas estradas estaduais.

Você também pode gostar