Casas Pernambucanas comemoram 100 anos em grande estilo

28/11/2008

As Casas Pernambucanas comemoraram ontem (27), na capital paulista, mais um aniversário, dessa vez mais do que especial, quando completaram os cem anos de sua fundação. A rede é a única varejista criada no País, ainda com controle familiar e nacional, a atingir a marca histórica, completada em 25 de setembro.

Em Lavras, onde uma unidade da empresa foi implantada há dois anos, a festa que celebrou a data aconteceu na Praça Dr. Augusto Silva, no último dia 16 de novembro, conjuntamente com as outras 280 espalhadas por todo o Brasil.

A festa teve direito a distribuição de 1.500 picolés, cinco mil copos de refrigerante, pipocas e algodão doce a vontade. Houve desfile de modas e as crianças puderam se divertir em 15 brinquedos instalados na praça. O evento teve o apoio da Prefeitura Municipal de Lavras, 8º Batalhão da Polícia Militar e Secretária Municipal de Trânsito (Suntrans).

De acordo com a coordenadora do departamento financeiro e assessora de marcas da Casa Pernambucanas em Lavras, Adalgisa Cristino (foto), a comemoração na cidade contou com a presença de seis a sete mil pessoas. Os dados, revela, são da Polícia Militar na ocasião.

Para o subgerente da loja lavrense, Ernesto Junior da Silva (foto), a empresa segue seu destino sendo uma referência de respeito e credibilidade para com os consumidores, abrindo portas de trabalho para muitos lavrenses em outras unidades da rede. “Nossos colaboradores na cidade possuem hoje a marca como uma referência e símbolo de oportunidades”, avaliou.

Segundo os representantes da loja Pernambucanas em Lavras, apesar da crise do mercado, que desencadeou o aumento da taxa de juros e diminuição do credito, as expectativas são de um crescimento na ordem de 20% com relação ao período natalino dos anos anteriores.

Histórico

As Casas Pernambucanas (cuja razão social é Arthur Lundgren Tecidos SA) foi fundada em 25 de setembro de 1908 pelo sueco Herman Theodor Lundgren que adquire em Pernambuco a Companhia de Tecidos Paulista. Por muitos anos uma das maiores redes de venda de tecidos.

Em 1910 foi inaugurada a loja na Praça da Sé, São Paulo. Em 1960 ficou famoso o filme de propraganda: “Quem bate? É o frio. Não Adianta bater eu não deixo você entrar”. Em 1970 já é considerada a maior rede de lojas do Brasil.

No Século XXI diversifica seus produtos, que além de tecidos e roupas hoje oferece eletrodomésticos, informática e similares. Tem cerca de 280 filiais espalhadas por sete estados do Brasil, além de uma página na internet.

A empresa contabiliza R$3,8 bilhões em faturamento e reúne 15 mil funcionários. 

 

Você também pode gostar