Alunos da Universidade Federal de São João del-Rei são vítimas de golpe de formatura

7 de janeiro de 2017

O sumiço de funcionários e donos de uma empresa deixa estudantes apreensivos e com medo de calote. Universitários de mais de quatro cidades mineiras vão ficar sem os convites de formatura pouco tempo antes das comemorações. Os estudantes não conseguem mais contato com a empresa. Emails foram desativados e os telefonemas não são atendidos. Enquanto isso, o prejuízo de somente 53 alunos da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), no Campo das Vertentes, o prejuízo chega a aproximadamente R$ 19 mil.

De acordo com a estudante Christiane Magid Rodrigues Assun, que faz parte da comissão de formatura do curso de Engenharia de Produção da UFSJ, o último contato feito com a empresa foi antes de 21 de dezembro. “Combinamos com uma pessoa da empresa que um colega, que estaria em BH nesta data, iria pegar os convites. Porém, todos da empresa sumiram. Não conseguimos mais contato via telefone, e-mail, nenhum lugar. Ficamos desesperados, porque já estava no dia de pegar o convite”, explicou.

Em sites de reclamações, diversas pessoas fazem críticas em relação a empresa. A maioria por falta de entrega de convites. “Ficamos sabendo que eles decretaram falência, porém nós já tínhamos quitado tudo com eles. Agora, não conseguimos encontrar ninguém da empresa. Números de telefones, e-mails tudo foi desativado. Eles sumiram e não temos nossos convites. Isso é um absurdo!”, disse um internauta de Betim. Também há reclamações de pessoas de Sete Lagoas e Belo Horizonte.

Direitos

Com a proximidade da festa de formatura, os estudantes da UFSJ buscam alternativas para tentar enviar os convites para familiares e amigos. “Dos 51 formandos, apenas 13 vão fazer os convites novamente em outra empresa. É complicado, porque a nosso formatura é em um mês. O valor saiu aproximadamente R$ 400 para cada um”, comentou Christiane.

Segundo a estudante, a turma vai procurar seus direitos para reaver a situação. “A gente já fez um boletim de ocorrência. Tentamos ir no Procon de São João del-Rei, mas não conseguimos porque estava sem advogado. Já estamos juntando todos os documentos para buscar nossos direitos”, afirmou. O Em.com.br tentou contato com a empresa Invitare Convites, mas nenhuma ligação foi atendida. Os sites da empresa estão fora do ar.

Fonte: Portal Uai